2020/03/24

Cantar às janelas pode violar direitos de autor


O "ficar em casa" causado pelo coronavirus tem dado origem a diversos fenómenos curiosos, mas um deles - o de cantar nas varandas e nas janelas, está a preocupar algumas entidades... pois pode constituir violação dos direitos de autor.

O alerta é dado por um especialista em direitos de autor espanhol, já que o país vizinho também ficou contagiado pelo fenómeno nascido em Itália, de pessoas que se juntam nas varandas e janelas de suas casas para cantarem com os seus vizinhos neste momento tão peculiar que atravessamos, e que obriga a repensar valores da nossa sociedade.

Relembra ele que, independentemente de não haver intuito comercial ou de lucrar, qualquer reprodução pública de uma obra protegida por direitos de autor, como acontece com as músicas, fica dependente de um pedido de autorização prévio ao detentor dos direitos respectivos. Ainda assim, e tendo em conta o cenário em que isto está a acontecer, diz também que duvida que qualquer um dos ditos detentores se sentirá incomodado por ver as suas músicas serem cantadas a alta-voz pelos cidadãos retidos em casa. Aliás, a SGAE (Sociedad General de Autores y Editores) espanhola até considera que este fenómeno até serve para promover a música por todo o mundo, e encara-o como sendo algo a promover e não a perseguir...

Dito isto, interrogo-me se todas estas boas intenções não terminam assim que estes vídeos saltam para as plataformas online como YouTube, Facebook, e demais - onde provavelmente os filtros de reconhecimento dos conteúdos os colocarão automaticamente a render a favor dos detentores dos direitos de autor.

9 comentários:

  1. Sinceramente pior que os direitos de autor é as pessoas fazerem disto uma festa e não se lembrarem que podem estar por perto pessoas doentes a precisar de descansar ou profissionais de saúde (e outros) que mesmo sendo de dia podem estar a descansar pq fazem turnos... Fiesta é fiesta!

    ResponderEliminar
  2. E ainda ninguém propôs uma taxa para compensar os pobres autores do "prejuízo" causado?

    ResponderEliminar
  3. Assim se vê a ganância das editoras.

    ResponderEliminar
  4. Após ouvir isto não sei se chore ou se ria. Acho a coisa tão patética que nem sei bem como a comentar.

    ResponderEliminar
  5. E no chuveiro ainda se pode cantar??

    ResponderEliminar
  6. Pelo menos em Portugal não é ilegal. Qualquer pessoa pode cantar uma música de terceiros e dar um concerto. Não pode é gravar e vender como CD ou DVD. Se assim não fosse, coitadas das bandas de cover ou os cantores que fazem "música ao vivo" em bares e restaurantes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que não é bem assim... Os coitados dos cantores e bandas têm efectivamente que pagar para tocarem as covers. :)
      (Aqui há uns anos cheguei a relatar um caso ainda mais absurdo, de numa festa de uma escola de música, para mostrar aos pais o que os filhos tinham aprendido, a SPA aplicou-lhes uma multa!)

      Eliminar
  7. A estupidez e a ganância não têm (mesmo) limites....

    ResponderEliminar

[pub]