2020/03/07

NOS bloqueou Bitly por "ordem judicial ou administrativa"


A facilidade de bloqueio de domínios em Portugal volta a ser alvo de abusos, desta vez com a NOS a ter bloqueado todos os endereços do Bitly, popular serviço de encurtador de URLs que é usado até por entidades estatais.

Durante várias horas durante o dia de ontem, utilizadores da NOS que tentassem aceder a qualquer endereço reduzido pelo bit.ly, deparavam-se com a pouco amigável mensagem de que a página estava "bloqueada na sequência do cumprimento de ordem judicial ou administrativa".




O Bitly é um serviço que se limita a reduzir endereços, sendo usado até pelo governo e instituições europeias, e bloquear o acesso a todo o serviço em vez de apenas a alguma página individual que pudesse ser o alvo pretendido do bloqueio é de uma enorme irresponsabilidade e conviria que fosse devidamente esclarecido.

A situação parece ter sido revertida passadas umas horas, e terá também passado despercebida a muitos utilizadores que não usem os servidores de DNS da NOS (mais um motivo para que usem os DNS da Cloudflare, Google, AdGuard ou outros), mas não iliba responsabilidade de todos os que estiveram envolvidos neste caso, que se junta ao lote de casos que demonstra os riscos de se terem sistemas que facilitam o bloqueio "a torto e a direito" de domínios e endereços.


Actualização: A NOS continua a bloquear outros domínios legítimos, como o de links do Discourse e até o do serviço de login da Microsoft.

4 comentários:

  1. Infelizmente os routers da nos não são para mudar o DNS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mudas no PC/telemóvel!

      Eliminar
    2. É inconveniente, ter de fazer isso em todos dispositivos, já para não falar que com o DNS alterado a rede eduroam da uni não conecta.

      Eliminar
    3. A eduroam funciona com o dns cloudflare

      Eliminar

[pub]