2020/04/26

Como resolver o cubo de Rubik


O "ficar em casa" provocado pelo Covid-19 faz com que muitas pessoas tirem o pó a jogos de tabuleiro e puzzles, e por isso é perfeitamente adequado que alguns possam querer aproveitar esta época para aprenderem a resolver o famoso Cubo de Rubik.

Embora o cubo de Rubik tenha sido inventado na década de 70, foi no início dos anos 80 que o cubo se tornou num fenómeno mundial que contagiou tudo e todos. Na altura não faltaram livros a explicar como se poderia resolver o cubo, mas a maioria das pessoas depressa se resignou a recorrer à técnica menos desportiva de desmontar o cubo para o manter com as peças na posição certa.

Algumas delas até conseguiam descobrir por si só como resolver duas fileiras do cubo, mas a terceira para completar o serviço... era sempre um problema de resolução "impossível".

Pois bem, está na altura de tirarem o cubo da gaveta, e voltarem a dar-lhe uma nova oportunidade, convictos que desta vez conseguirão completar a missão. Esta explicação de como resolver o cubo de Rubik é uma das que me parece das mais simples que já vi ao longo dos anos. Começando de forma bastante simples, inevitavelmente começa a ficar um pouco mais complicada quando se chega à temida fileira final - mas por essa altura também já se deverá ter mais confiança para seguir os algoritmos mestre que, a seu tempo, serão memorizados e se tornarão acções "reflexo" em que quase nem se pensa.

Se estão à procura de uma coisa boa que saia desta época desanimadora de Covid-19, que seja: "sobrevivi à pandemia e aprendi a resolver o cubo de Rubik!" :)

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]