2020/04/19

F16 da Força Aérea Portuguesa faz reabastecimento em voo 100% automático com Airbus


A Airbus demonstrou o primeiro reabastecimento em voo feito de forma completamente automática, usando um avião cisterna da Airbus e um F16 da Força Aérea Portuguesa.

Numa altura em que tanto se fala dos automóveis autónomos no solo, a Airbus lembra-nos que há muitas outras áreas onde a ajuda dos computadores pode facilitar imensamente a vida aos humanos. Neste caso, trata-se de uma das mais complicadas operações em voo, o reabastecimento.

A Airbus cumpriu com êxito a primeira operação de reabastecimento air-to-air (A3R) totalmente automática, através de um sistema de lança (boom system). A campanha de testes de voo, realizada no início do ano sobre o Oceano Atlântico, envolveu um avião-cisterna de teste da Airbus, equipado com a solução Airbus A3R, e uma aeronave de combate F-16 da Força Aérea Portuguesa. Este momento-chave está integrado na fase de industrialização dos sistemas A3R, antes de sua implementação no desenvolvimento do avião-cisterna A330 MRTT.

O sistema A3R não requer equipamento adicional na aeronave receptora e visa reduzir a carga de trabalho do operador de reabastecimento aéreo (ARO), melhorar a segurança e otimizar a taxa de transferência de reabastecimento air-to-air em condições operacionais, ajudando a maximizar a superioridade aérea.

Assim que o procedimento é activado pelo ARO, o sistema A3R solta a lança automaticamente e mantém o alinhamento entre a ponta da lança e o receptáculo com extrema precisão; o alinhamento adequado e a estabilidade do receptor são verificados em tempo real para manter uma distância segura e para determinar o momento ideal para estender o braço telescópico. Nesta altura, a transferência de combustível é iniciada para abastecer a aeronave receptora e, uma vez concluído o abastecimento e dada a ordem de desconexão, retraindo o braço telescópico para manter uma distância de separação segura. Durante todo o processo, o ARO simplesmente monitoriza a operação.

... Agora só falta automatizar a parte do piloto no avião que está a ser reabastecido. :)

2 comentários:

  1. Ia dizer que já 3 anos este feito: https://youtu.be/0Pk6Sy7RlME

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Airbus mandou email recente a divulgar isto. Terá havido algo diferente? Ou então foi lapso deles.. :)

      Eliminar

[pub]