2020/04/17

macOS 10.15.5 com novo sistema de gestão de bateria


Com o novo macOS 10.15.5 a Apple faz chegar aos MacBooks um sistema de gestão de bateria que tentará prolongar a sua longevidade, adaptando-se ao tipo de uso dado pelo utilizador.

Manter um portátil permanentemente ligado à corrente com a bateria a 100% reduz a sua longevidade, e é por isso que a Apple faz chegar aos MacBooks um novo sistema de gestão de bateria - Battery Health Management - provavelmente inspirado pelos sistemas já implementados nos iPhones e, principalmente, nos iPads.


Falar de Apple e de baterias faz logo recordar o infeliz incidente de quando abrandavam secretamente os iPhones, até finalmente serem forçados a admitir que de facto assim era, passando a disponibilizar uma opção nas definições do sistema que permite manter o desempenho máximo (à custa de se poder sofrer um reboot em situações que uma bateria envelhecida não seja capaz de fornecer a energia necessária).

No caso dos MacBooks, este sistema de gestão não irá reduzir o desempenho, mas sim limitar o nível de carga da bateria para que se maximize a sua longevidade. Os iPad há algum tempo que contam com sistemas para determinar quando estão permanentemente ligados à corrente e baixarem o nível de carga; e mais recentemente os iPhones ganharam a capacidade de também carregarem até 80% mantendo esse nível durante a noite e só carregando até aos 100% de modo a coincidir com o momento estimado em que o utilizador o irá desligar do carregador.

Felizmente desta vez a Apple não fez as coisas "secretamente", e no macOS 10.15.5 isso é algo que os utilizadores poderão activar ou desactivar em System Preferences -> Energy Saver.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]