2020/05/06

Bond Touch permite dar toques físicos à distância


Bastante apropriado para esta época de distanciamento social do Covid-19, o Bond Touch propõe-nos a capacidade de enviar "toques físicos" às pessoas de quem mais gostamos, directamente a partir do pulso através de um par de braceletes.

Hoje em dia estamos a segundos de distância de mensagens, telefonemas ou até mesmo videochamadas; no entanto, por vezes poderá ser mais conveniente uma forma de contacto mais física e discreta, e é precisamente nisso que aposta o Bond Touch, que é um produto criado em Portugal.

Assumindo o formato de dois pequenos módulos que podem ser usados numa bracelete (ou onde se desejar), dão a capacidade imediata de se enviar sequências de "toques" para outra pessoa, que as sentirá no seu pulso. E para os momentos em que for necessária comunicação mais descritiva, a app permite o envio de mensagens e fotos com encriptação total entre os intervenientes.



Se estão a pensar que já viram algo parecido em qualquer lado, é verdade que a Apple já permite enviar algo parecido através do Apple Watch com o seu Digital Touch, que até pode enviar a pulsação. Mas aqui, o investimento é mais reduzido (98 euros por duas braceletes Bond Touch), e os toques mais dinâmicos - permitindo até a comunicação em estilo código Morse.

Embora seja o tipo de coisa que poderia ser implementado com relativa facilidade em qualquer smart bracelet ou smartwatch, não deixa de ser uma proposta bastante interessante, e dentro do orçamento potencial para uma "prenda especial para alguém especial".

2 comentários:

  1. Esta tecnologia, já existe algum tempo

    https://vibrolandia.wordpress.com/2016/04/18/sexo-a-distancia/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Bond Touch também já existe há bastantes anos. :-)

      Eliminar

[pub]