2020/05/01

Uso de máscaras Covid-19 faz Apple mudar desbloqueio Face ID dos iPhones


Para além do sistema de contact-tracing do Covid-19, o próximo iOS 13.5 virá com alguns ajustes para tornar menos frustrante a utilização do Face ID quando se está a utilizar uma máscara.

Depois de ter passado os últimos anos a promover o Face ID nos iPhones como sendo o futuro, a recomendação de utilização de máscaras neste período de regresso à vida social após a pandemia do Covid-19 faz com que esse método de desbloqueio se torne completamente inútil, e ainda por cima dificultando a introdução de um código PIN, que se torna a única alternativa - já que a Apple continua sem adicionar o Touch ID aos ecrãs dos iPhones mais recentes.

Quando o iPhone detecta um rosto no processo de desbloqueio, dá início ao processo de reconhecimento via Face ID, um processo que demora alguns instantes e que pode ser repetido no caso do rosto não ser reconhecido à primeira - o que acontecerá continuamente no caso do utilizador estar a usar uma máscara - e durante este processo não é possível ultrapassar o processo para se chegar ao método de desbloqueio via código PIN. Com o iOS 13.5 a Apple tornará isso mais simples, fazendo com que seja possível aceder directamente ao desbloqueio via código PIN sem necessidade de esperar que o Face ID falhe.


A outra novidade do iOS 13.5 é a implementação do sistema de contact tracing que permitirá fazer o tracking de utilizadores, de forma anónima, para potencialmente ser alterado caso se venha a descobrir que se esteve na proximidade de alguém que ficou infectado. A opção fica disponível em Settings-> Health e permitirá que cada um active ou desactive esse sistema de acordo com a sua consciência.


Por agora dizem-nos que este sistema apenas será utilizado durante a fase crítica do Covid-19, e que será removido assim que for considerado desnecessário. O facto de usar expressamente a designação "Covid-19 Exposure Notifications" parece indicar que será esse o caso - face à utilização de uma descrição genérica estilo "sistema de alerta para contágios" - mas teremos que esperar para ver como é que as coisas irão decorrer.


P.S. Eu bem disse que desde o tempo do iPhone X que a Apple deveria ter mantido o Touch ID no ecrã a par do Face ID. Hoje, seria possível continuar a desbloquear o iPhone com o dedo mesmo que se estivesse de máscara... a não ser que também estivessem a usar luvas. ;P

2 comentários:

  1. "durante este processo não é possível ultrapassar o processo para se chegar ao método de desbloqueio via código PIN"
    Depois de falhar a 1ª tentativa de reconhecimento facial, aparece-me logo o método de introdução do PIN.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sempre. Ontem fiquei num loop em que não reconhecia, voltava a mostrar as notificações, o Pull up voltava a ir para o face id, voltava a falhar, etc. Etc. Demorou mais de 5 vezes a mandar para o pin.

      Eliminar

[pub]