2020/07/02

Qualcomm revela Snapdragon Wear 4100 para smartwatches

Prometendo melhorias muito necessárias para os smartwatches Wear OS (e outros), a Qualcomm apresentou finalmente o seu novo chipset Snapdragon Wear 4100 e 4100+.

Há muito que a Qualcomm era criticada por se estar a esquecer dos smartwatches, com os smartwatches Wear OS mais recentes a terem que utilizar um chipset Wear 3100 já com dois anos. Mas em breve isso irá mudar, com a chegada dos novos Snapdragon Wear 4100 e 4100+.

Estes novos chips são substancialmente mais rápidos e eficientes, passando de 4 núcleos A7 a 1.1GHz para 4 núcleos A53 a 1.7GHz, e de um GPU Adreno 304 a 400MHz para um Adreno A504 a 750MHz. O processo de fabrico evolui também de 28nm para 12nm - embora tratando-se de um segmento onde a autonomia é essencial, seja pena não ver a Qualcomm a apostar num processo ainda mais evoluídos como o de 7nm.


No caso do Wear 4100+ temos também um co-processador AON (Always-On), para todo o tipo de funcionalidades que possa interessar manter permanentemente em funcionamento sem necessidade de "incomodar" o processador principal, tratando de coisas como manter o ecrã actualizado (agora suportando 64 mil cores no modo always-on em vez de apenas 16), ou melhor reconhecimento de gestos, passos dados, monitorização contínua de frequência cardíaca, etc.

A Qualcomm diz que em breve chegarão ao mercado os primeiros smartwatches com este novo chip de diversos fabricantes, incluindo TicWatch Pro 3 da Mobvoi.

1 comentário:

[pub]