2020/07/29

Uber Eats enfrenta vaga de entregas fraudulentas no Brasil


O popular serviço de entregas Uber Eats está a ser assolado uma nova táctica fraudulenta no Brasil que deixa os clientes sem comida nem direito a reembolso.

Os estafetas da Uber Eats têm que efectuar a entrega da comida, mas há sempre a possibilidade do cliente que a encomendou não aparecer para a receber. Quando isso acontece o protocolo é que o estafeta tente contactar o cliente por telefone, iniciando um período de 10 minutos de tolerância, ao fim do qual o cliente perde o direito à mesma e a qualquer reembolso. O que tem acontecido no Brasil é que os estafetas marcam como tendo tentado entregar e contactar o cliente, e que este não respondeu dentro do período de 10 minutos - fazendo com que eles fiquem sem a comida e sem direito ao reembolso.

É uma situação preocupante para os clientes, mas parece-me que é também algo que a Uber Eats pode facilmente controlar. Para começar, será extremamente fácil detectar se um determinado colaborador começa a ter uma taxa de entregas "não-recebidas" acima do que é habitual (ou se estão a acontecer com clientes cujo histórico de recepção tenha sido sempre sem incidentes). Será também possível verificar se a localização do colaborador efectivamente se manteve durante os 10 minutos no local da suposta entrega (mesmo considerando as apps que permitem falsificar o GPS, seria fácil detectar discrepâncias de "saltos" de localização injustificáveis). E isto para não ir mais longe e arranjar comprovativos de que o colaborador efectivamente tentou contactar o cliente com um telefonema de duração minimamente aceitável - em vez de simplesmente marcar o número e cancelar logo de seguida.

Seja como for, é algo que a Uber Eats terá que esclarecer rapidamente, pois um cliente que seja alvo deste tipo de coisa e se veja na complicada situação de ficar sem comida e sem forma fácil de reaver o dinheiro, dificilmente voltará a confiar na plataforma para fazer encomendas futuras. Resta-nos esperar que esta táctica não chegue a Portugal.

17 comentários:

  1. Sou estafeta a mais de dois anos na Uner eats tenho mais de 6 mil entregas, e infelizmente como todas as profissões tem pessoas de mal caráter, mas existem pessoas sérias e que leva a entrega de comida pra outro nível, tenho certeza que um cliente que recebe a comida das minhas mãos voltará a pedir!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uber Glovo são grandes ladrões os estafetas deviam criar um sindicato e unir se todos criando uma paralisia durante o suposto período de férias pelo menos 15 dias com mais 15 dias.. se a empresa ripostasse com especulação de pagamento para substituir os anteriores seria multada em valores que não compensariam.lutem deixem de ser vítimas!

      Eliminar
    2. Não percebi um boi do que escreveste... Assim fica complicado ajudar...

      Eliminar
    3. Sindicato em empresário liberal ? Mas que raio de ideia. Ser empresário liberal é lutar todos os dias para meteres comida na mesa. As férias, feriados ou tempos de descanso só dependem de ti pois és liberal, como tal tu é que decides a taxa de ocupação do teu trabalho: pode ser na Uber como em qualquer lugar. Se estás mal vai para um callcenter ou tenta a função pública. Mas antes aprende a expressar melhor as tuas ideias de forma a que as pessoas te possam entender e não seres mal interpretado :) boa sorte neste árduo caminho que é a vida.

      Eliminar
  2. No Brasil a situação é diferente pois os estafetas têm andado em protestos e reclamam condições diferentes. Penso que isto será também uma forma de protesto mais propriamente do que o intuito de causar prejuízo ao cliente (que acabam por fazer)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma forma de protesto que lesa o cliente que é quem alimenta o negócio e sem o cliente o negócio pára e parando não há trabalho para os estafetas.Ou seja não é uma maneira muito inteligente de protestar

      Eliminar
  3. É uma cambada de Veados! Fim da uber e similares de imediato!

    ResponderEliminar
  4. Bom eu faço delivery uber em londres a muito tempo! O que acontece com frequência é ( cliente compra a comida coloca endereço errado ou incompleto, quando chegamos no ponto indicado pelo gps, verificamos o erro ! Ai quando ligamos para o cliente ele em alguns casos nao atende e também não responde mensagens) nesses casos tentamos contato por 7 min e apos esse tempo encerramos a entrega!

    ResponderEliminar
  5. Quando o cliente coloca endereço errado nos conversamos com o cliente e levamos no novo endereço! ( quando a uber paga a reentrega)

    ResponderEliminar
  6. Não só já chegou a Portugal cumo ao resto do sou estafe a mais de dois anos e iiso já aconteceu muitas vezes portanto maus profissionais há por todo o lado e em tos as arias.

    ResponderEliminar
  7. Sou entregador da Uber Cuiabá MT, por causa um pessoas mau intencionada nossa categoria fica toda suja, ainda exiate tb muitos endereço errado quantas entregas ja fiz fora do endereço ainda aviso o cliente seu endereço deu em outro lugar favor entra em contato com a Uber e fazer a atualização; está semana aceitei um pedido pelo aplicativo chegando no estabelecimento estava fechado e o cliente querendo sei pedido disse a Ele "INFELIZMENTE O ESTABELECIMENTO EDTA FECHADO VOU LIGAR NO SUPORTE ENTRAR EM CONTATO COM VC E COM ESTABELECIMENTO. A Uber ligou para o estabelecimento e falou a atendente e a mesma confirmou que estava fechado, e neste caso ?

    ResponderEliminar
  8. Sabemos o nível de corrupção que existe no Brasil mas penso que quem deixa o seu país para vir sofrer em terra alheia, não quer deitar tudo por terra, até porque a Uber tem meios para controlar as incidências dos seus colaboradores. Com o tempo mais portugueses vão descobrir a Uber, até porque se avizinha uma taxa de desemprego muito muito grave e penso que quem aqui está para sobreviver vai sofrer muito com a capacidade de lucrar decentemente com este trabalho. Por isso se começarem a usar táticas desonestas , acreditem.... a Uber nunca fechará portas mas muitas motas vão ficar disponíveis para “vende-se” no standvirtual!!!!

    ResponderEliminar
  9. fui literalmente roubado pela uber. mesma mensagem. sem o pedido e sem reembolso. desinstalei o app no dia seguinte , apos tentar contato com a equipe e nao obter sucesso . muita sacanagem com cliente . UBER , SAO LADROES . NAO USEM ESTE APP. EM ALGUM.MOMENTO SERAO ROUBADOS TAMBEM .
    CAMBADA DE SALAFRARIOS E SEM VERGONHA.
    ESPERO QUE OUTRAS EMPRESAS DO MESMO RAMO NAO COMETAM MESMO ERRO . COM CENARIO CATASTROFICO QUE ESTAMOS PASSANDO, SE APROVEITAM DA SITUACAO.
    QUERO MEU DINHEIRO DEVOLTA SEUS LADROES !!!!!

    ResponderEliminar
  10. Ja aconteceu com mingo o cara falou que tava na porta de casa mas não tava eu tava fora e nada dpois cancelada simples assim,sem comida sem dinheiro e com fome .... Uber eats nunca mais

    ResponderEliminar
  11. Não use aplicativos para pedir comida, peça diretamente ao WhatsApp do comércio, o aplicativo cobra 30 a 35% sob o valor bruto, mais IVA, mas uma mensalidade de 50€. Eu não uso no meu, atendo meus clientes pelo WhatsApp e tenho estafetas parceiros.

    ResponderEliminar
  12. Que historia mentirosa ou mal contada.
    O cliente é que escolhe a morada de entrega, e vê o estafeta na app a movimentar.
    Se o estafeta nao chega ao destino, é facil reportar e receber o dinheiro de volta. Porque a uber regista todo o trajecto do estafeta.

    O estafeta chega ao destino e fica la 10 minutos parado, e o cliente nao o vê?! Nem vê quando ele se vai embora?!
    Ou o cliente nao esta lá ou marcou q morada errada. Mas ainda assim tem 10 minutos para se deslocar ou falar com o estafeta.

    Cliente que nao sabe usar a app, erra a marcar o destino, nao fala com o estafeta... e ainda quer a comida aparece por milagre em sua casa.

    ResponderEliminar

[pub]