2020/08/07

Apple fecha as portas ao xCloud e Stadia nos iPhones


A desistência da Microsoft do xCloud no iOS deve-se às proibições impostas pela Apple, que agora se tenta justificar com desculpas que não convencem ninguém.

Diz a Apple que serviços de streaming de jogos como o Google Stadia e o xCloud da Microsoft violam as regras da App Store, uma vez que dão acesso a jogos que a Apple não consegue controlar - e ao qual a MS respondeu prontamente dizendo que os jogos seguem todos os trâmites exigidos a nível de indicações de classificação etária, pelo que não seria isso o elemento impeditivo - e que na verdade é simplesmente a Apple a querer limitar aquilo que os utilizadores podem fazer com os seus iPhones e iPads.

Foi uma desculpa verdadeiramente infeliz, já que bastaria usar como exemplo qualquer app de streaming (como a Netflix) que nos dá acesso a filmes que também podem não ser recomendados para os mais pequenos; e que dizer então do Safari, que sem qualquer problemas permite que qualquer utilizador, independentemente da sua idade, também se aventure pelo inesgotável mundo dos sites com conteúdos para adultos.

A verdade é que a Apple tem uma série de limitações no acesso a apps de acesso remoto, para evitar perder o controlo da app store. No entanto, com cada vez mais serviços na cloud (também o Facebook se queixa que teve que tirar os jogos da app Facebook Gaming para iOS), será apenas uma questão de tempo até que essas limitações se tornem insustentáveis; e isto para não falar de que, todas estas limitações acabam por ser "lenha" a juntar-se à fogueira dos casos que estão a ser preparados contra a Apple referente ao abuso de posição dominante na disponibilização de apps para o iOS. Parece-me ser cada vez mais certo que a Apple venha a ser obrigada a permitir a instalação de apps por fora da App Store, tal como o Android permite - a grande questão é saber quando é que isso irá acontecer?

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]