2020/08/06

Microsoft desiste do xCloud nos iPhones


Com a chegada do xCloud prometida para 15 de Setembro, a Microsoft mostra o seu desagrado com as limitações impostas pela Apple, cancelando o programa de desenvolvimento da app xCloud para iOS.

A limitação do número de utilizadores, assim como imensas dificuldades para dar acesso a múltiplos jogos (uma das funcionalidades principais da app) parecem ter estado na origem do desentendimento. Fazendo com que a MS por agora apenas se refira ao xCloud para Android e deixando em risco o seu acesso através de iPhones e iPads. (Lembro que o Steam Link da Valve demorou cerca de um ano até que a Apple finalmente o aprovasse.)

Parece-me que iremos assistir a um impasse que irá juntar-se a todos os demais casos que acusam a Apple de abuso de posição dominante no acesso ao iOS. Mas, se mais serviços de grande dimensão começarem a fazer boicote à presença no iOS, será uma questão de tempo até que a Apple seja forçada a reconhecer que o valor de uma plataforma está directamente interligado às apps que nela existem.



Estão a imaginar o que seria não ter apps da Google, Amazon, Facebook, Microsoft, e outros, para iOS? Que não fosse possível ver Netflix ou YouTube num iPhone ou iPad? A Apple muito gosta de replicar (ou comprar) as apps que acha serem de interesse; mas parece estar a esquecer-se que é necessário manter um equilíbrio saudável. Seguramente não lhe faria mal se um grupo de empresas lhes relembrasse isso e, quem sabe, talvez esta posição da MS com o xCloud possa ser o primeiro passo nesse sentido.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]