2020/08/08

SpaceX fica com 40% dos lançamentos militares dos EUA


O Departamento de Defesa dos EUA já seleccionou as empresas que irão lançar os seus satélites até 2027, com a United Launch Alliance (ULA) a ficar com 60% dos lançamentos e a SpaceX a ficar com os demais 40%.

Com a ULA a ser uma parceira de longa data do Departamento de Defesa, a grande vitória é conseguida pela SpaceX, que assim garante um importante cliente e assegura um lucrativo lote de lançamentos até 2027, derrotando a Blue Origin de Jeff Bezos e a histórica Northrop Grumman, que também eram candidatas para este contrato.

Embora não tenha sido especificado quantos lançamentos serão feitos no total, só para 2022 estamos a falar de um valor de 316 milhões de dólares para a SpaceX e de 337 milhões para a ULA.

A SpaceX continua a apostar nos seus Falcon 9 e Falcon Heavy para os lançamentos, mas é de imaginar que até ao final do período deste contrato a empresa já tenha a sua muito aguardada Starship em estado funcional - a sua nave espacial da próxima geração, que só nos últimos dias conseguiu finalmente sair do solo com o protótipo SN5. E entretanto, lançou a 10ª missão Starlink, que adicionou mais 57 satélites à sua constelação em crescimento regular.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]