2020/08/14

Surface Duo só vai ter 3 anos de actualizações


A Microsoft já anunciou a data de lançamento e preço do Surface Duo, o seu tablet dobrável com Android, e agora informa também que irá garantir actualizações durante três anos, igualando o prazo que a Google dá aos seus Pixel.

Será talvez caricato que se tenha chegado a um ponto em que se considerem três anos de actualizações como sendo "bom". No entanto, não posso deixar de ficar com a sensação de que este prazo parece ser insuficiente quando falamos de dispositivos que custam mais de 1300 dólares, e que aos poucos vão assumindo as capacidades tradicionalmente associadas aos PCs.

Alguém sequer consideraria comprar um computador com prazo de validade de apenas três anos? E na verdade essa mesma questão deveria aplicar-se também aos smartphones, já que actualmente começamos a chegar a um patamar onde também estes equipamentos começam a ter hardware que lhes permite manterem-se perfeitamente funcionais e capazes por muitos mais anos.

Era algo que poderia não ser muito incomodativo há uns anos atrás, quando o ritmo de evolução era de tal ordem que ao fim de um par de anos um smartphone estaria completamente desactualizado e, de uma forma ou de outra, obrigava a que se trocasse por um novo. Mas esse tempo chegou ao fim, e será ridículo pensar que um smartphone com 8GB ou 12GB de RAM e um CPU topo de gama, não será capaz de se manter funcional daqui por quatro ou cinco anos.

Na verdade, até mesmo que as marcas garantissem actualizações durante cinco anos, parece-me que continuaria a ser insuficiente - da mesma foram que ninguém compraria um portátil que logo no momento da compra indicasse que só iria funcionar, em segurança, por cinco anos, e a partir daí deixar o utilizador em risco.

Estará na altura de começar a exigir mais e melhor em termos da longevidade (e actualizações) de smartphones e tablets? Parece-me que sim, e mesmo em questões de redução do lixo electrónico, deveria ser exigido que após o final do tempo de suporte oficial de um smartphone, as marcas fossem obrigadas a abrir o acesso aos mesmos (no caso dos fabricantes que insistem nos bootloaders bloqueados) e permitir / incentivar projectos como o LineageOS, que pudessem manter os smartphone e tablets actualizados de aí em diante.

5 comentários:

  1. Não é muito honesto colocar a palavra “só” no titulo. o “só” seria justo se todos e quaisquer outros fabricantes dessem mais de 3 anos de actualizações... o que, comprovadamente, não é verdade

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vejo como honesto visto que o Duo é para trabalho principalmente e empresas, logo o SoC, bateria e updates são claramente insuficientes... (para o preço, se fossem uns 750€ ainda acharia aceitável). Para isso acho mais útil um iphone ou S20 + Surface Go.

      Eliminar
    2. Exato. Eu compreendo o ponto de vista do autor do artigo mas acho que teria sido um melhor artigo se informasse primeiro que o Duo tem 3 anos e só depois entrar no ''rant'' de um problema do mercado de smartphones em geral. Nunca vi um titulo assim para qualquer outro smartphone e isso é provavelmente porque as outras marcas nem se dão ao trabalho de informar neste quesito. Se lhes perguntarem a resposta será "Recebe atualizações até ao dia em que deixar de receber", com o Duo ao menos temos uma certeza e essa certeza coloca-o no topo do seu mercado.

      Eliminar
  2. Apple dá mais de 5 anos de updates aos seus tablets e telemóveis...

    ResponderEliminar
  3. Mac book pro late 2012
    Actualizado ainda hoje
    iPhone 6s 5 anos actualizado e actualizável

    A Apple não faz melhores produtos

    Controlando todo o processo quando actualiza para o último software actualiza para aquela máquina ou seja faz um software para um aparelho antigo que simula o último software e dá-se ao luxo de tornar os aparelhos lentos para as pessoas comprarem os novos

    Windows e Android são actualizados com um software único e os aparelhos antigos não conseguem suportar

    Agora com chips de última geração e 8 a 12 gb de ram não se percebe porque é que não aguentam

    ResponderEliminar

[pub]