2020/09/06

SpaceX prepara Super Heavy Booster


Enquanto a NASA vai queimando biliões com o SLS a SpaceX continua o desenvolvimento da sua Starship e Super Heavy Booster a bom ritmo e por uma fracção do custo.

Há poucos dias a SpaceX fez mais um teste de voo de um protótipo da Starship e, nesta altura, já estará a produzir o primeiro Super Heavy Booster, o foguete que será responsável por auxiliar o lançamento da Starship até órbita. Tal como tem feito, a evolução será progressiva, começando por pequenos voos com um número reduzido de motores, e avançando a ritmo elevado.

Uma das dificuldades mencionadas por Elon Musk para o Super Heavy Booster é a criação de uma estrutura que suporte a imensa carga de 28 motores raptor e seja capaz de transferir essa potência para toda a estrutura sem danos - já que, tal como os Falcon 9, também este Super Heavy Booster irá regressar e pousar, para ser reutilizado.

Será este um dos pontos chave que dará à SpaceX uma grande vantagem face ao SLS. Estima-se que um lançamento da Starship, que poderá levar 100 toneladas até órbita versus as 130 toneladas prometidas pelo SLS, possa custar apenas 5 milhões de dólares (numa significativa redução de custos face aos actuais Falcon 9), enquanto que no SLS cada lançamento irá custar "oficialmente" entre 500 a 900 milhões de dólares, mas com algumas pessoas a dizerem que na realidade esse valor poderá superar os 2 mil milhões de dólares.

Posto de outra forma, um único lançamento de um SLS permitiria pagar 400(!) lançamentos da Starship, que representariam levar 40 mil toneladas para órbita. É mesmo caso para perguntar... como é que se admite que a NASA ainda esteja a estourar biliões no SLS?

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]