2020/10/15

Netflix vai deixar de oferecer 30 dias gratuitos

A Netflix vai deixar de oferecer 30 dias gratuitos para novos utilizadores, aparentemente em resposta às pessoas que tiravam partido disso de forma abusiva.

Más notícias para todos os que estavam a aceder à Netflix usando repetidamente o período gratuito de 30 dias; e para todos os novos potenciais clientes, que passarão a ter que pagar pelo serviço logo desde o primeiro dia. A Netflix vai terminar a oferta do período gratuito experimental de 30 dias que disponibilizava aos novos clientes, provavelmente devido ao volume de situações abusivas que tiravam partido dele.

Em diversos mercados a Netflix já tinha chegado a suspender esta oferta temporariamente, depois ajustando-a para apenas 14 dias; e nalguns países (como Espanha), o período gratuito já foi removido desde o início do mês.

Não é segredo que existiam formas de abusar do sistema, recorrendo a email descartáveis e cartões de crédito virtuais, repetindo o processo mês após mês para se ir prolongado o período gratuito por tempo ilimitado. É até provável que algumas dessas pessoas chegassem ao ponto de revender o serviço (não subestimar a capacidade de "negócio" nestes segmentos).

Com isto, ficará fechada - pelo menos por agora - esta táctica dos períodos gratuitos recorrentes. Mas continuam a existir formas de ter Netflix a preço mais reduzido, como partilhando a conta com amigos.

9 comentários:

  1. tive um "amigo" que me perguntou se tinha netflix , eu disse que sim e ele pediu me a ver se lhe dava a passe, quando eu lhe disse que o que ele podia fazer era me ajudar a pagar ele respondeu me, que para isso pagava ele. escusado dizer que ja nao tenho esse "amigo" hahahaha

    ResponderEliminar
  2. Bem já acabaram os meus 4 anos de contas gratuitas!

    Compensou a poupança!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Santa paciência!

      Eliminar
    2. E por causa de gajos como tu vamos levar com uma segunda e uma terceira vaga de COVID. Nunca mais saimos disto!

      Eliminar
  3. Dividir uma conta com amigos não deixa de ser na mesma uma quebra dos termos de serviço, assim como usar VPNs para assistir a conteúdos para os quais a Netflix não têm licenciamento em Portugal...

    Em relação aos períodos gratuitos acho que o abuso por parte de alguns utilizadores é apenas uma desculpa, na verdade isto já estava nos planos deles. A seguir vêm o aumento das mensalidades e a oferta de planos anuais com "desconto" para estimular os utilizadores a ficarem agarrados a uma plataforma em vez de saltarem entre serviços todos os meses, adicionalmente, um plano anual aumenta a probabilidade das pessoas se esquecerem de cancelar o serviço. E isto vai ser igual para todos os serviços de streaming de vídeo e música, a época do "free" acabou, os investidores querem ver retorno financeiro. Acho também que a pirataria vai voltar a crescer bastante como consequência.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. concordo, eu nao tenho netflix sempre, ha meses que tenho outros nao, outros tenho outra coisa.
      é o poder fazer isso que ainda meto servicos de streaming, quando deixar de ser viavel viro me para outro lado.
      clientes in and out nao é coisa que agrade ao empresas de streaming.

      Eliminar
    2. A própria Netflix incita a partilha de contas.

      Eliminar
  4. A Netflix já obrigava a instrução de telemóvel pra registo da conta.

    ResponderEliminar

[pub]