2020/11/03

Baby Shark passa a vídeo mais visto no YouTube

O YouTube tem novo vídeo mais visto de sempre, com Despacito a dar lugar ao tubarão mais famoso da história: Baby Shark.

É mesmo verdade, os mais de 7 mil milhões de visualizações de Despacito não o deixaram a salvo do Baby Shark, que mesmo tendo tido uma rampa inicial mais modesta, agora somado visualizações a um ritmo que parece não abrandar e que promete catapultá-lo para valores mais elevados numa altura em que os seus concorrentes vão perdendo popularidade.


E embora esta dupla tenha superado a marca dos 7 mil milhões, outros sucessos têm que se contentar com números mais modestos, com Shape of You de Ed Sheeran (na 3ª posição) a ficar-se pelos 5 mil milhões, e See You Again de Wiz Khalifa (4ª) a ficar-se pelos 4.8 mil milhões. O, em tempos líder, Gangnam Style de Psy, tem agora que se contentar com uns "modestos" 3.8 mil milhões que apenas lhe garantem a 8ª posição.


E pronto, a partir de agora é de esperar que Baby Shark (cujas origens ainda são alvo de mistério) invada os cérebros de ainda mais pessoas e por lá permaneça em loop até ouvirem outra música com capacidade idêntica para agarrar neurónios.

6 comentários:

  1. Eu e os meus pequenos já teremos "oferecido" mais de 50 visualizações a esse vídeo...

    ResponderEliminar
  2. amigo eu não o conheço mas se os os seus forem como a minha 50 é estimativa baixa hahahahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece-me que sim. Estive em Agosto a fazer um trabalho em casa de um cliente, e nas cerca de 2 horas que lá estive a tocaram isso à vontade mais de 20 vezes.

      Eliminar
    2. acredito, a minha é capaz de ver a ovelha xone 2 vezes seguidas na boa.

      Eliminar
  3. Curioso para ver os resultados destas mudanças nos hábitos das crianças, que daqui a 2 ou 3 décadas serão os adultos que levarão isto para a frente.
    Os pais certamente agradecerão o descanso proporcionados por este tipo de videos, mas ter as crianças regularmente sob o efeito deste tipo de estímulos, causará certamente alguma influência no seu desenvolvimento.
    Veremos se para melhor ou pior...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo terá impacto. No “meu tempo” os pais queixavam-se do tempo passado a ver TV , e mais tarde, à frente do Spectrum. :)
      Mas tenho saudades de coisas como brincar em casa dos vizinhos, na rua com o resto do pessoal da rua, no pinhal atrás do prédio, etc. coisas que esta nova geração não terá muita probabilidade de fazer.

      Eliminar

[pub]