2020/12/31

Adeus 2020 - Olá 2021

Estamos nos momentos finais de 2020, um ano que irá ficar para a história, mas não pelas melhores razões - restando-nos esperar que 2021 marque o início do regresso à normalidade pré-Covid-19.

O ano de 2020 foi dominado pela pandemia do coronavirus, com toda uma série de efeitos directos e indirectos. Quem imaginaria que, no espaço de apenas um ano, coisas como casamentos, ou simples ajuntamentos de uma dezena de amigos para uma jantarada, se tornassem em algo que parece apenas uma esbatida memória de um passado distante?

Dentro das coisas más, houve também alguns aspectos positivos - muitas empresas avançaram mais na área do tele-trabalho numa questão de meses, do que fariam em anos caso se mantivessem as circunstâncias normais; e esperemos que a maior parte delas tenha a capacidade de ver as vantagens de permitir formas de trabalho mais dinâmicas e ajustadas (evitar as deslocações absurdas e desnecessárias de dezenas de milhares de pessoas todos os dias, que poderiam desempenhar as suas funções a partir de casa, é algo que não deveria ser assim tão complicado de justificar).

Mesmo com a campanha de vacinação em curso, é de imaginar que ainda vá demorar mais um ano até que se possa dizer que as coisas regressaram "ao normal", pelo que a recuperação em 2021 a nível de nos fazer esquercer 2020 não será uma coisa imediata ou que irá acontecer de um mês para o outro. Será seguramente um processo gradual, e só nos resta esperar que lá pelo meio não apareça uma qualquer nova variante que faça regressar tudo à estaca zero - embora esta pandemia tenha também servido como o exemplo perfeito daquilo para que muitos cientistas alertavam há décadas, e que acaba por ser um curso intensivo de resposta a pandemias, e de como é necessário ter toda uma linha de defesa montada e a postos para responder de forma rápida a este tipo de situações.

Desejo-vos votos de muita saúde para todos, e que possam encarar o ano de 2021 com uma atitude de esperança e boa disposição, nunca se esquecendo que não é pelo facto de estarem a trocar uns caracteres ASCII ao abrigo do anonimato da internet, que se devem sentir no direito de insultar ou antagonizar a pessoa que está do outro lado. Ainda por cima, a solução é extremamente simples: em caso de dúvida, simplesmente optem por nem comentar. Afinal, os psicoterapeutas fazem-se cobrar bastante bem pelo tempo nas suas sessões, porque motivo deveriam estar a fazer um trabalho equivalente de borla, com desconhecidos na internet?


Vemos-nos em 2021 - já não falta assim tanto! :)

10 comentários:

  1. Bom Ano Carlos. Muito bom o comentário final.

    ResponderEliminar
  2. Bom ano Carlos!! Muita saúde e...parabéns pelo teu trabalho!! Continua por favor a dar-nos conta das "novidades" por aqui!!!

    ResponderEliminar
  3. Bom 2021... Já sabes que podes contar com os teus seguidores fiéis 😉

    ResponderEliminar
  4. Bom ano Carlos! Saúde e muito sucesso, agora mais que nunca 😉

    ResponderEliminar
  5. um bom ano Carlos. segui-te quase diariamente e valeu a pena. vou continuar.
    bom ano 2021 para todos. saúde!

    ResponderEliminar
  6. bom ano , que 2021 seja melhor, aja dureza .!

    ResponderEliminar
  7. Feliz ano novo, que seja sempre a subir a partir de agora!

    ResponderEliminar
  8. Bom ano Carlos! Que este ano seja melhor para todos que o 2020 já ficou para trás e não deixa muito boas recordações

    ResponderEliminar

[pub]