2021/02/23

Facebook recua no bloqueio às notícias na Austrália

Depois de uma ronda de negociações, o Facebook recuou no seu bloqueio às notícias na Austrália.

Depois de ter seguido em posição oposta à da Google, que cedeu às exigências e criou um novo fundo para pagar pelas notícias, que já se começa a alastrar a outros países onde os grupos editoriais começaram a exigir tratamento idêntico, o Facebook cumpriu a sua promessa e cortou as notícias na Austrália, incluindo até algumas páginas de entidades governamentais - alegando que esteva a jogar pelo seguro, tendo em conta a definição abrangente do que constituiria uma "notícia". Mas afinal, parece ter sido apenas para marcar posição...

Em resultado de uma aparente ronda de negociações de última hora, o Facebook também optou por não agravar o conflito com o governo Australiano, e diz que foram feitas alterações e garantias que permitem que o Facebook reponha o acesso das entidades noticiosas australianas no FB.

Quase teria piada, se na verdade não se estivesse a assistir a grupo editoriais que se tornaram verdadeiros monopólios que dominam o sector das notícias, que agora fazem uso a esse poder acumulado para exigir o seu quinhão aos novos monopólios digitais. As semelhanças com cartéis rivais que querem uma comissão por ver outro cartel bem sucedido entrar no seu território não será mera coincidência...

2 comentários:

  1. Mas por outro lado, o poder da Facebook está cada vez mais imparável e global...

    Não sei se não seria melhor ter alguns "cartelistas" a concorrerem entre si do que ter apenas im único "patrão" que, afinal, é quem manda nisto tudo.

    No meio de semelhante dualidade, venha o diabo e escolha.

    ResponderEliminar
  2. Então o Facebook bloqueou, o governo Australiano emite um comunicado a alterar as condições no sentido de agradar ao Facebook para este depois desbloquear... não me parece que tenha sido o Facebook a recuar como o título diz.

    Amendment do Governo Australiano:
    https://ministers.treasury.gov.au/ministers/josh-frydenberg-2018/media-releases/additional-amendments-news-media-and-digital

    Para além de que:
    https://www.reuters.com/article/us-australia-media/facebook-refriends-australia-after-changes-to-media-laws-idUSKBN2AN07E

    “Facebook has scored a big win,” said independent British technology analyst Richard Windsor, adding the concessions it made “virtually guarantee that it will be business as usual from here on.”

    ResponderEliminar

[pub]