2021/02/18

Notícias do dia

Estado paga 5€ mensais por 12GB de dados em cada computador escolar; rover Perseverance chega hoje a Marte; Xbox acelera jogos antigos com FPS Boost; partilha de apps Android chega à Play Store; nas promoções temos cadeira gaming BlitzWolf BW-GC8 com LEDs RGB por €149, e 4 sensores de temperatura Xiaomi por €14; e a Bloomberg volta a acusar China de chips espião infiltrados nas motherboards, mais uma vez sem apresentar qualquer prova.

Antes de passarmos às notícias do dia, temos novo passatempo de gadget da semana, que desta vez te pode valer uns earphones BT Soundpeats TrueAir2.

Nvidia limita cryptomining na RTX 3060

A par da apresentação de novos "GPUs" dedicado ao cryptomining, chamados CMP (Cryptocurrency Mining Processor) e que se acredita que sejam GPUs defeituosos que não serviriam para as placas gráficas, a Nvidia anunciou uma decisão bastante mais polémica: diz que vai limitar a mineração de criptomoedas na RTX 3060 a 50% daquilo que seria capaz.

Esta limitação não se deve a qualquer impeditivo técnico, mas sim a uma tentativa de forçar os consumidores a optarem por outras placas, ou pelos novos CMPs, e obviamente que não será bem recebida. Seria o mesmo que a Intel dizer que os seus CPUs podem funcionar a 4GHz quando se está a usar Windows, mas só poderiam funcionar a 2GHz se alguém quisesse correr Linux neles. Mesmo sabendo-se que esta limitação dificilmente conseguirá ser cumprida (afinal, até há firmwares não oficiais para os seus GPUs para desbloquear funcionalidades), não deixa de ser um péssimo precedente, ainda mais vindo da empresa que quer comprar a ARM.

Actualização: a Nvidia lançou um driver por engano sem o limitador de criptomoedas.


Google aumenta domínio sobre apps mais usadas

A Google e o Facebook têm dominado o top das apps mais populares nos últimos apps, mas enquanto o FB se tem mantido estável com 20% dessas apps, a Google tem conseguido reforçar essa posição, tendo passando de 33% para 46% ao longo dos últimos cinco anos. Posto de outra forma, a Google é responsável por quase 50% das apps mais populares do top 15 nos EUA:
  1. YouTube
  2. Facebook
  3. Gmail
  4. Google Maps
  5. Google Search
  6. Facebook Messenger
  7. Amazon
  8. Weather Channel
  9. Google Play
  10. Instagram
  11. Apple News
  12. Google Drive
  13. Google Photos
  14. Pandora
  15. Spotify
Demonstra bem o poder que a Google tem no panorama tecnológico actual.


Facebook expande combate à desinformação climática

O Facebook vai expandir o combate à desinformação climática, disponibilizando o seu Climate Science Information Center em países como o Brasil e Espanha - e que fornece informação científica a quem pesquisar por este tema. Apresentar informação é sempre positivo, mas há quem recomende que a medida devia ser mais radical, e que deveriam ser sumariamente eliminados todos os posts que contrariam os factos científicos.

Infelizmente parece-me que o problema é bastante mais profundo, como demonstra o facto de haverem movimentos como o da Terra Plana, que contam com dezenas de milhares de pessoas que optam por acreditar em fantasias apesar de todas as evidências científicas que demonstram que estão errados - e de haverem experiências simples que cada um deles poderia fazer para o comprovarem.


Facebook cumpre bluff e corta notícias na Austrália

Ao contrário do que a Google fez, cedendo à exigência de pagar pelas notícias (após repetidos bluffs de que poderia sair da Austrália), o Facebook cumpriu com as ameaças e já começou a cortar as notícias australianas na sua plataforma.

Aliás, o FB foi ainda mais longe, e considerando que a legislação é bastante lata na definição do que é "notícia", o FB não só cortou as páginas de sites de notícias australianos como também serviços governamentais, incluindo coisas como informação meteorológica. Um corte que irá fazer com que os 5 mil milhões de cliques para sites noticiosos australianos que foram feitos o ano passado sejam reduzidos a zero.

Curtas do dia


Resumo da madrugada


Curiosidade do dia: O primeiro computador electrónico para computação geral foi o ENIAC, criado em 1945. Pesava 27 toneladas e ocupava uma área de mais de 160 m2, conseguindo fazer mais de 300 multiplicações de números com 10 dígitos por segundo. Hoje em dia, até o mais básico CPU, que pode caber num relógio, pode fazer milhões de cálculos por segundo.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]