2021/02/01

Facebook vai queixar-se do iOS 14 em popup nas suas apps

Os utilizadores iOS irão levar em breve com uma notificação nas apps do Facebook e Instagram a queixar-se da opção de limitar o tracking das apps, que a Apple se prepara para activar no iOS 14.

Enquanto no WhatsApp vai dando "histórias" aos utilizadores, na sua app e no Instagram para iOS o Facebook prepara uma ofensiva mais directa, com uma notificação e alerta nas apps, contra a opção que a Apple se prepara para colocar na mão dos utilizadores e que permitirá que escolham que apps podem ou não fazer fazer-lhes tracking. O Facebook tem dito que esta opção, que passará a ter um funcionamento inverso e mais versátil que o actual (actualmente os utilizadores podem bloquear o tracking para todas as apps se forem manualmente aos settings; com esta alteração, serão as apps a pedir permissão para poderem fazer o tracking, e passando a opção a funcionar app por app), irá causar um apocalipse entre os anunciantes e pequenas empresas.

Mas, independentemente do que diz, o que seguramente estará no topo das suas preocupações é tentar fazer com que, quando essa opção surgir no ecrã dos iPhones e iPads dos utilizadores com iOS 14, os utilizadores se sintam "sensibilizados" para permitir o tracking... sendo que, na verdade, dificilmente sentirão algum motivo ou contrapartida válida para o fazerem.

Depois de todos os abusos de privacidade já cometidos pelo FB e potenciados pelo seu tracking e publicidade, o sentimento geral é o de não lhes dar qualquer benefício da dúvida - e isto nos casos daqueles que por não podem simplesmente optar pela medida mais radical de abandonar a plataforma. Ver publicidade mais "apropriada" é a justificação típica que é dada desde sempre para justificar o tracking e os cookies (como se a maioria das pessoas não estivesse já "imune" à publicidade que lhe vai aparecendo, ou recorrendo aos ad-blockers para tornar a web digerível); e a desculpa de que é para beneficiar os pequenos negócios também dificilmente resistirá à tradução para linguagem real: "isto vai-nos fazer perder dinheiro".

Durante muitos e muitos anos, o Facebook (e outros) têm acumulado tudo o que podem sobre cada utilizador, até mesmo quando estão fora do Facebook. Arrisco-me a dizer que esta opção do iOS 14 irá, para muitos utilizadores, servir um pouco como "vingança" por tudo isso.

3 comentários:

  1. Que queixinhas, se eles querem entrar numa plataforma têm que se reger as regras da plataforma.

    ResponderEliminar
  2. Seria um sonho ver o Facebook banido da Apple Store, o problema é que isso iria promover a migração de plataforma, basta ver que foi um dos motivos para o Windows Phone nunca ter tido grande sorte, foi o ban que levou de aplicações chave para o comum utilizador. Isto é bulling digital, veremos até que ponto a Apple não possa colocar um processo para terminar com as inverdades do Facebook e dos seus pulhas fact-checkers que manipulam as massas

    ResponderEliminar
  3. Mas afinal não é a Apple que desenvolve o iOS? Se o Facebook quer ter a app na plataforma dos outros, tem mais é que acatar as normas da mesma!

    ResponderEliminar

[pub]