2021/04/03

Destroços da SpaceX caíram em quinta

O espectáculo luminoso da desintegração de uma secção de um foguete da SpaceX não se ficou apenas pelos céus.

Um homem ficou surpreendido ao encontrar um estranho objecto na sua quinta em Washington, que se veio a descobrir se um tanque pertencente à secção de um foguete da SpaceX que se tinha desintegrado com grande aparato visual, e que caiu com força suficiente para deixar uma depressão bem visível no solo com mais de 10cm de profundidade.
O COPV (Composite-Overwrapped Pressure Vessel) é um tanque de hélio pressurizado a quase 6000 psi (mais de 400 bar) que tem como propósito manter a pressão dos tanques principais daquela secção do foguete.

Estes tanques são frequentemente as partes dos foguetes que conseguem resistir à reentrada, sendo que a situação anormal desta vez foi que a reentrada aconteceu sobre zonas habitadas e não sobre o oceano. A SpaceX ainda não esclareceu oficialmente porque motivo isto sucedeu; sendo possível que tenha sido por ficar sem combustível, ou um problema no motor que impediu a habitual reentrada controlada.

Seja como for, se alguma vez se virem em situação idêntica, será melhor resistirem à curiosidade de irem ver a coisa mais de perto, mantendo a distância e alertando as autoridades competentes. No caso da SpaceX utilizam Kerosene RP-1 que é relativamente inofensivo, mas há foguetes que podem utilizar hidrazina, que é altamente tóxico, actuando como neurotoxina em contacto com a pele, e também podendo arder sem produzir uma chama visível. Não sendo o tipo de coisa que ninguém deseja ter por perto no seu quintal (ou a entrar pelo telhado)!

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]