2021/04/13

Ducati sem planos para motos eléctricas para breve

A Ducati recuou nas suas intenções de avançar para as motos eléctricas, e agora diz que preferirá explorar outras vertentes como os combustíveis sintéticos.

Depois de em 2019 o seu CEO ter frisado que "o futuro é eléctrico" e que "começaremos em breve a produzir motos eléctricas", em 2021 a posição parece ter sofrido uma reviravolta de 180º, com a marca italiana a revelar que não haverá uma Ducati eléctrica a curto ou médio prazo, e que em vez disso estão a explorar outras vertentes para combater as emissões, como através da utilização de combustível sintético.

Uma executiva da companhia diz que neste momento não seria possível criar uma moto eléctrica que garantisse o mesmo prazer do condução, com o mesmo peso e autonomia, que seria esperado de uma Ducati; e aponta o dedo para a Porsche, que diz também estar a explorar combustíveis sintéticos.

Sim, talvez esteja, mas a Porsche já tem um modelo eléctrico que teve uma excelente aceitação no mercado (e só não terá mais devido ao seu preço); e neste tipo de coisas, querer adiar esta transição só vai significar que irá dar espaço de mercado para que novas marcas surjam e se afirmem, como a Tesla fez no sector automóvel, e depois poderá ser tarde para querer apanhar o comboio. Afinal, até a Famel vai ter uma moto eléctrica.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]