2021/04/28

Vivo mostra os testes de resistência dos seus smartphones

A Vivo revelou as baterias de testes de resistência a que sujeita os seus modelos, para garantir a máxima durabilidade nas mãos dos utilizadores.

A marca Vivo pode não ser muito conhecida dos consumidores europeus, mas é uma das maiores na China, podendo ser considerada a marca-irmã da Oppo. E agora, revela o que se passa no interior dos seus laboratórios a nível dos testes de resistência. Testes que passam por coisas com largar um smartphone 100 vezes de 1-1.5 metros de altura, de dezenas de ângulos diferentes; atirar o telefone para uma mesa é simulado 42 mil vezes, também de diversos ângulos; simular alguém a sentar-se com ele no bolso traseiro, dobrando-o, mil vezes; teste de torção, 500 vezes; teste de resistência a pressão, com 35 kg a serem aplicados em diversos pontos em todo o corpo do smartphone; teste de queda de objectos em cima do smartphone; teste de resistência a vibrações violentas durante 2 horas, para simular o processo de envio.

Se já estão cansados, as coisas ainda vão a meio. Temos ainda testes de clicar nos botões, com o botão de power a ser carregado 70 mil vezes; 150 mil cliques para os botões de volume; e 500 mil activações para o leitor de impressões digitais. Testes de inserção do cabo USB, inserido e removido 10 mil vezes; seguido de testes que puxam o cabo e ficha lateralmente, para pressão adicional.

Seguem-se os testes de resistência à humidade e corrosão, com spray de água salgada durante 2 horas, seguido por 22 horas de sauna, e de banho com jatos de água de todas as direcções. E, finalmente, tem ainda que resistir a teste de congelamento a -40ºC, seguido de um caloroso teste de alta temperatura a 75ºC.


Tantos testes... e depois, da primeira vez que o utilizador final o deixar, temos um ecrã partido! :)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]