2021/05/05

AirTag preocupa Austrália por fácil acesso à pilha

A comodidade de aceder à pilha sem necessidade de ferramentas nas AirTag da Apple levou à suspensão das vendas nas lojas Officeworks na Austrália.

Embora as AirTag continuem a estar disponíveis através das lojas Apple, a entidade reguladora australiana já confirmou ter algumas preocupações com o fácil acesso às pilhas usadas nas AirTags - preocupações que levarão à remoção das AirTags das lojas Officeworks, e que se poderão alastrar a outros países. As AirTag permitem que se abra a tampa para substituir a pilha sem necessidade de ferramentas (bastando pressionar e rodar), em contraste com outros produtos onde o acesso às pilhas tem que estar obrigatoriamente dificultado pela necessidade de recorrer a algum tipo de ferramenta (como através da utilização de parafusos).
No entanto, penso que isso é um requisito que se aplica apenas a produtos para crianças, sendo também de esperar que a Apple tivesse o cuidado de se certificar que as AirTags estariam em conformidade com todos os requisitos de segurança nos países onde são comercializadas. Dito isto, mesmo enquadrando-se numa classe de produtos para adultos, não será descabido imaginar que muitas pessoas as coloquem nas mochilas ou roupa de crianças, para fazerem o seu tracking, e dessa forma expondo-as à sua curiosidade - curiosidade essa que, só na Austrália, leva 20 crianças por semana aos serviços de emergência por ingestão de baterias (e já tendo provocado a morte de 3 desde 2013).

Relembre-se que, o ano passado (2020), a Duracell até aplicou um tratamento a este tipo de pilhas circulares para as tornar amargas e desincentivar que fossem colocadas na boca.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]