2021/05/20

Chrome testa botão "follow" para sites com RSS

Quase uma década após encerrar o Google Reader, a Google tenta nova aproximação ao RSS com um botão de follow no Chrome.

Até a Google parece estar a notar que as interacções com o Google Discovery / Feed têm caído a pique (já por várias vezes temos falado de como as sugestões apresentadas têm ido de mal a pior) e para compensar isso está a testar dar aos utilizadores aquilo que eles querem. Ou seja, em vez de tentar adivinhar - e falhar - aquilo que eles gostariam de ler, dá-lhes a possibilidade de dizerem exactamente o que querem ver.

Para isso aparecerá uma nova opção de "seguir" um site que disponibilize um feed RSS, cujos conteúdos serão apresentados numa nova secção "following" que aparece quando se abre uma nova tab no Chrome, a par da secção existente com as sugestões.

Seria, uma forma básica de ter um leitor RSS básico directamente no Chrome - que seria profundamente ridículo se viesse a ter tanto sucesso que inspirasse a Google a criar um serviço de leitura de feeds... como o Google Reader. Por agora, é apenas uma experiência disponível no Chrome Canary, e não há garantias que chegue à versão pública; mas com a pressão que tem existido para que os utilizadores tenham mais controlo sobre aquilo que vêem, espero que venha a tornar-se oficial.

6 comentários:

  1. RSS Feed são desconhecidos do público em geral. Para mim são a melhor maneira de se seguir um site e até preferia que o Youtube os tivesse, como deve de ser. Mesmo os criadores de sites, não sabem bem o que é nem oara que serve. Raramente sabem que têm o activo sequer e não o publicitam.

    ResponderEliminar
  2. Subscrevo Nuno José, é assim que leio artigos aqui no AadM, triste é que agora os sites não disponibilizem estes feeds.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Disponibilizam, tens é descobrir qual é o URL. Como uso o Feedly, ele automaticamente descobre-o.

      https://zapier.com/blog/how-to-find-rss-feed-url/

      Eliminar
  3. Uso o Feedly há imenso tempo, quando o Google Reader foi extinto. Ainda há dias descobri um e-mail que eu tinha partilhado via Google Reader e é impressionante o que já na altura se fazia.

    Grande tiro no pé da Google quando terminou o serviço. Este pque se propõe é somente uma experiência, que acabará por não dar em nada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. então e como é que eles faziam tracking e vendiam publicidade!? Até parece que são uma ONG não lucrativa ;)

      Eliminar

[pub]