2021/05/19

Google Maps com rotas mais seguras e zonas congestionadas

Na ronda inicial de apresentações do Google I/O, que incluíram o Android 12, também ficamos a conhecer as novidades que a Google está a preparar para o Google Maps.

O Google Maps é um dos produtos de maior sucesso da Google, e onde não quer correr o risco de se deixar ficar para trás. Para isso, teremos um reforço dos modos de realidade aumentada, que apresentarão informação dos estabelecimentos nas imediações - e que poderá dar indicações no interior de edifícios como estações, aeroportos, e centros comerciais. O detalhe dos mapas também está a ser melhorado, incluindo informação exacta de onde estão os passeios, passadeiras, semáforos, etc. Sendo isso algo que a Google diz estar a automatizar com sistemas de machine learning, capazes de transformar as fotos aéreas em informação relevante, identificando edifícios e os detalhes das estradas, o que irá acelerar o processo de melhoramento dos mesmos com intervenção manual reduzida.
Outras melhorias são a expansão da apresentação do nível de congestionamento de pessoas, que por agora era apresentado para locais como restaurantes e lojas, para áreas como zonas turísticas, facilitando o planeamento para se evitarem "confusões".

Por fim, temos ainda novas opções de cálculo da rota de navegação. Uma que nos apresenta o caminho que será mais eficiente em termos de combustível ou energia; e outra que nos apresenta uma rota mais "segura", evitando troços que estejam associados a maior número de acidentes, usando informações como a frequência de travagens bruscas.

6 comentários:

  1. Qual será o dia em que anunciarão a morte do Google Maps...? 🤔🤔🤔

    ResponderEliminar
  2. O google maps realmente mantém-se como o estado da arte, pena o Waze não ter tido o mesmo investimento e o cálculo de rotas ser muito menos eficaz que o do google maps, pois ambos tinham espaço de mercado e casos de uso diferentes e muito úteis. Mas tal como o Vitor diz talvez a google entretanto comece a matar tanto 1 como outro

    ResponderEliminar
  3. Sugestão de GPS para smartphone, para ser "espelhado" no Android Auto de um Citroen C3?
    Que não seja necessário usar dados móveis, pois o testado foi o Waze, funciona, mas usa dados móveis…
    (é para um colega)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. há uns anos havia o meoDrive que era excelente mas atualmente não sei que modificações terá sofrido

      Eliminar
    2. O MeoDrive não dá.

      Eliminar

[pub]