2021/05/08

Maioria dos utilizadores iOS diz não ao tracking

Sem grandes surpresas, a nova opção do iOS 14.5 vem revelar a opinião dos utilizadores quanto ao tracking, com a esmagadora maioria a não aceitar os pedidos de tracking das apps.

Os piores receios do Facebook, que tem sido um dos mais vocais oponentes desta alteração no iOS, parecem estar mesmo a concretizar-se. Segundo as estatísticas da Flurry, apenas 4% dos utilizadores nos EUA aceitaram os pedidos de tracking feitos no novo iOS 14.5; valor que sobe para os 12% no caso dos utilizadores a nível mundial.
No entanto, será preciso esclarecer o que esta nova opção significa. Esta opção não impede que a app faça o tracking do utilizador enquanto usa a app; limita apenas o tracking que poderia fazer da utilização de outras apps - tracking que possibilita que plataformas como o Facebook pudessem saber quanto tempo é que passam a usar jogos e outras apps, recolhendo dados que contribuem para a criação de um perfil de interesses que depois pode ser vendido para efeitos de apresentação de publicidade.

O efeito a médio e longo prazo será apenas o de fazer com que estas plataformas tentem manter ainda mais os seus utilizadores dentro do seu ecossistema de apps, e neste caso a Google leva vantagem, pois conta com dados do Android, do Chrome, de apps como o Google Maps, além das pesquisas; assim como a própria Apple, que conta com dados do iOS, Safari, mail app, Messages, etc.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]