2021/06/07

YouTube muda-se para a cloud da Google

Para demonstrar que é capaz de lidar com todo o tipo de cargas, a Google está a mudar partes do YouTube para o seu serviço Google Cloud.

O YouTube pertence à Google desde 2006, e desde então tem tido lugar preferencial na sua infraestrutura, que lhe permite lidar com o tipo de carga que é necessário para lidar com milhões de utilizadores simultâneos a pedirem streams de vídeo diferentes. Mas, a Google anunciou que a partir de agora irá mudar partes do YouTube para o seu serviço Google Cloud "normal", o que significa que deixará de ter o acesso privilegiado à rede interna da Google como tinha até agora.

A medida pode ter sido feita por vários motivos. Um deles, para demonstrar aos potenciais clientes Google que a Google Cloud tem efectivamente robustez e capacidade que dá à Google a confiança para lá colocar o YouTube - e que, se é bom para o YouTube, então é bom para todo e qualquer outro serviço, por muito exigente ou "pesado" que possa ser. Por outro lado, esta transplantação pode também dar algumas vantagens a nível de engenharia financeira, permitindo inflacionar substancialmente a facturação da Google Cloud de modo a que supere rivais como a Amazon e Microsoft, e assim também se assuma como uma opção a ser levada seriamente.

Resta agora esperar que esta transição não seja acompanhada por um daqueles raros incidentes que os serviços Google ficam em baixo, e que resultaria numa imagem completamente oposta à que a Google quer fazer passar com esta alteração.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]