2021/07/27

Google promete manter APIs estáveis "para sempre"

A Google quer recuperar da sua imagem de "matadora de serviços" e promete que irá manter as suas API estáveis durante quanto tempo os seus clientes precisarem delas.

Hoje em dia não há nada mais arriscado do que depender de qualquer serviço externo. Ainda recentemente tivemos o caso de um serviço de vídeo que começou a injectar pornografia em milhares de sites; e no caso da Google, bem, o risco é diferente mas não menos irritante para quem utiliza os seus serviços: de que um serviço que se utiliza hoje possa nem sequer existir amanhã.

As API (Application Programming Interface) definem a forma como diferentes programas ou serviços podem interagir entre si. Podem ser algo que nos dê uma secção de um mapa do Google Maps centrado numa morada; ou que indique quais os eventos que estão agendados para determinada data para a conta do utilizador. O ponto chave é que, ao criar serviços que utilizam estas APIs, qualquer alteração que lhes seja feita implica uma verdadeira "carga de trabalhos" a actualizar todos os demais serviços que as utilizavam - e é isso que a Google quer mudar.

A Google diz que vai implementar novas regras e criar um subconjunto APIs que abrangem os seus principais serviços (Google Cloud, Google Workspace e Google Maps) e que terão a garantia de que se irão manter inalteradas ou compatíveis, durante o tempo que os seus clientes as estiverem a utilizar. Basicamente, a Google diz que vai manter essas APIs "para sempre", esperando que isso seja suficiente para reconquistar a confiança de todos os que já tiveram que lidar com as muitas mortes de serviços da Google. Se será suficiente ou não, só o tempo o dirá.

3 comentários:

  1. Vindo daí, é mesmo para ficar de pé atrás.

    ResponderEliminar
  2. É pena não voltarem a ter o Google Wave e Google Plus...

    ResponderEliminar
  3. Provavelmente será uma promessa para abandonar como os seus outros projectos e serviços abandonados... por falta de interesse, ou outra desculpa qualquer do tipo... já "ninguém" utilizar., "não fazer mais sentido", "já não está na moda"... é só escolher.

    ResponderEliminar

[pub]