2021/08/22

Tesla vai estrear novo computador FSD 2 no Cybertruck

Apesar de ter dito que o actual computador Hardware 3 seria capaz de lidar com condução completamente autónoma, Elon Musk disse que o Cybertruck irá estrear uma nova versão mais potente.

A Tesla tem prometido - e vendido! - a capacidade de condução autónoma total nos seus automóveis há anos, apesar de até agora ainda não ter cumprido com a promessa. Algo que também foi complicado pelo facto do computador que usava nos carros e que tinha vendido como sendo capaz de fornecer essa capacidade, se revelar incapaz de tal, obrigando à evolução para o seu próprio computador FSD 1 (Hardware 3), que tem sido o que vem aplicado nos seus carros, e que foi disponibilizado como upgrade para os modelos com o computador de geração anterior. Mas apesar de dizer que este hardware será capaz do modo de condução autónoma total, no próximo ano chega novo computador.

Elon Musk fez referência a um novo computador FSD 2 / Hardware 4 para o próximo ano, que terá desempenho substancialmente melhorado (4x) face ao modelo actual, e que deverá ser estreado no Cybertruck "daqui por um ano" (algo que também faz suspeitar que o Cybertruck, prometido para o final deste ano ou início do próximo, esteja mais atrasado do que o anunciado).
No entanto, e para evitar a situação que se viveu com os upgrades dos modelos anteriores, Musk diz que o actual Hardware 3 deverá ter capacidade para o modo FSD, mesmo não sendo tão poderoso como o computador da geração seguinte. Mas, para que tudo isto seja válido, o importante é que o prometido modo FSD, em permanente estado de "para breve", ano após ano, seja mesmo disponibilizado a quem já pagou por ele. Há pessoas que já compraram e venderam os seus Teslas sem nunca terem visto essa opção, e por este andar daqui por mais uns anos estaremos a dizer o mesmo aquando do lançamento do computador FSD 3 / Hardware 5.

3 comentários:

  1. Espertos foram os que não compraram o FSD :-) pois nunca ficou operacional, pouparam uns milhares de euros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que nos próximos 10 anos fique funcional, mas fazer crowdsourcing com um preço de 7500 euros para uma versão alpha que mal funciona é horrível.

      Eliminar
  2. Havia um preço promocional por ~3000€

    ResponderEliminar

[pub]