2021/08/27

Video da lua suspenso por copyright da Universal Music

Um cineasta britânico, Philip Bloom, foi surpreendido ao ver um vídeo que tinha gravado da lua ser suspenso por violação de direitos de autor pela Universal Music.

Hoje em dia assiste-se a um desequilíbrio extremo a nível dos direitos de autor nas plataformas digitais, e isso volta a ser comprovado com mais um caso ridículo. Philip Bloom publicou um vídeo com a lua em grande plano, e foi prontamente confrontado com a indicação que o seu vídeo estava bloqueado por violação de direitos de autor. Segundo o que lhe era dito, o seu vídeo da lua, gravado por ele próprio, copiava 30 segundos de um vídeo da Universal Music Group.
Mesmo sendo um caso obviamente abusivo, a verdade é se fica sempre penalizado. O seu vídeo foi suspenso numa questão de minutos, mas o processo de o voltar a deixar visível é algo que pode demorar uma semana - e isto assumindo que o sistema reconhece que ele tem razão. Se não for o caso, as opções resumem-se a tentar demonstrar que é um caso abusivo, potencialmente arriscando a ficar marcado e até ter a sua conta suspensa; ou desistir, e deixar que estes abusos continuem a acontecer.

Tendo em conta que até pagamos taxa a reverter (teoricamente) para os artistas pelos gigabytes de espaço que temos, mesmo que nunca lá venha a ser guardado algum conteúdo com copyright, já seria tempo de equilibrar os pratos da balança nesta questão dos direitos de autor e direitos dos consumidores.

1 comentário:

[pub]