2021/09/18

Dissipador reduzido da PS5 sem impacto significativo nas temperaturas

A nova edição da PS5 com dissipador mais reduzido não fica a perder face ao modelo original.
No final de Agosto descobriu-se que a Sony tinha cortado no dissipador gigante da PS5, fazendo recear temperaturas mais elevadas, mas diversos testes realizados desde então parecem indicar que não há motivo para alarme, com as temperaturas da nova PS5 (CFI-1100) a serem praticamente idênticas às das PS5 (CFI-1000) com o dissipador original.

Além do mais, a PS5 não faz limitação de velocidade por temperatura, pelo que o desempenho está sempre garantido - até chegar ao ponto de temperatura máxima extrema, que fará a consola desligar-se para proteger os componentes.




Dito de outra forma: não há necessidade de andarem desesperados à procura de uma PS5 com dissipador original... a não ser que vos dê jeito ter uma PS5 mais pesada do que as novas.

2 comentários:

  1. Dentro da garantia não há problemas, mas com o tempo, pó e sujidade logo se verá mais uma consola com ylod

    ResponderEliminar
  2. O título do post é de certa forma enganador. O que pretende dizer é que o novo dissipador tem tanto impacto como o antigo, ou seja, tem muito impacto, apesar das suas dimensões reduzidas.

    ResponderEliminar

[pub]