2021/10/09

Inquérito da FSFE sobre Router Freedom

A Free Software Foundation Europe está a realizar um inquérito sobre a utilização de routers próprios em vez dos routers dos operadores (Router Freedom).

Muitos operadores de internet fazem os possíveis por obrigar a utilizar os seus próprios routers de acesso ao serviço, impedindo ou dificultando que os clientes possam usar os seus próprios routers. Com isso os consumidores ficam também sujeitos aos caprichos dos operadores, que podem impedir o acesso a certas funcionalidades, ou fazer alterações a qualquer momento que podem interferir com o funcionamento de equipamentos dos clientes.

A iniciativa Router Freedom quer dar aos utilizadores a opção de usarem os seus próprios routers, o que contribuiria para a redução do lixo electrónico (tão em voga, ao ponto da UE exigir fichas standard nos dispositivos móveis), assim como uma melhoria da segurança, compatibilidade, e promoção da concorrência.

Para perceber melhor a situação actual a FSFE está a realizar um inquérito, para que todos possam contribuir com a sua própria experiência a este nível.

Este é o tipo de coisa que nem deveria ter discussão possível: os operadores de internet deveriam ser obrigados a aceitar, desde logo, que um cliente quisesse usar o seu próprio router, fornecendo os dados de acesso e configuração sem qualquer entrave.

3 comentários:

  1. Actualmente tenho meo fibra em modo bridge. Dos serviços fibra acho que apenas a Vodafone não permite modo bridge.

    Anteriormente tinha 4G da Vodafone e penso que todos os serviços 4G permitem usar um router que tenha 4G sem problemas (usava um asus 4G-AC68U). No entanto se usarem os huaweis e afins das operadoras não terão disponível o modo bridge para o vosso router que não tenha 4G.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mudei da VDF para a MEO precisamente por esse motivo. Agora tenho o modo bridge e ligado ao router Asus.

      Eliminar
  2. Eu retirei o router da Vodafone e meti uma firewall.

    ResponderEliminar

[pub]