2021/11/09

Apple recua no bloqueio do Face ID na troca de ecrã do iPhone 13

A Apple diz que vai remover a restrição que impede o uso do Face ID na troca de ecrãs nos iPhone 13.

Para surpresa de todos, a Apple reconsiderou a sua posição extremista contra reparações não oficiais, que nos iPhone 13 atingiam um novo patamar. Nos iPhone 13, a troca do ecrã desactivava o Face ID, apesar de ser um componente sem qualquer relação com o mesmo. Considerando que esta é uma das reparações mais frequentes e comuns, facilmente se percebe a indignação dos utilizadores e, principalmente, dos reparadores não oficiais.

Da forma actual, o Face ID apenas funcionaria se o novo ecrã fosse registado com a Apple (com a intervenção tendo que ser feita forçosamente num reparador autorizado Apple) ou, no caso dos reparadores não oficiais, se tivessem a capacidade para troca o microchip de identificação do ecrã, uma operação bastante mais complexa e necessitando de equipamento especializado.

Pode dar-se o caso da Apple ter receado que esta nova restrição fosse a "gota de água" que levasse as propostas do direito à reparação a avançar de forma mais rápida e a exigir a remoção de todas estes impedimentos às reparações em lojas não oficiais. Ou, pode também ter olhado um pouco mais para a frente e visto que, se os reparadores não oficiais começassem a investir em máquinas e formação para a troca de microchips, poderia haver muitas mais reparações ou modificações que poderiam começar a fazer no futuro. Por exemplo, na China não é incomum encontrar lojas que trocam chips de smartphones para aumentar a capacidade de memória.

Qualquer que tenha sido a razão, continuará a ser possível trocar o ecrã dos iPhone 13 sem perder funcionalidades... por agora.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]