2022/01/10

Canon explica como usar tinteiros sem chip - devido à falta de chips

A falta de chips deixou a Canon na ingrata posição de ter que explicar aos clientes como usar tinteiros sem chips nas suas impressoras.

Os fabricantes de impressoras têm chegado a extremos absurdos para tentarem impedir o uso de tinteiros não oficiais nas suas impressoras, por vezes chegando ao cúmulo de limitar que tinteiros comprados numa região não funcionem em impressoras de outras regiões. Também a Canon usa chips nos seus tinteiros, ou melhor dizendo, costumava usar.

O actual cenário da falta de chips também está a afectar a Canon, que se viu forçada a produzir tinteiros sem chips, e agora tem que explicar aos clientes como devem proceder para usarem os tinteitos apesar das suas impressoras se queixarem dos tinteiros "não-oficiais"!
Refira-se que a Canon até acaba por ter sorte, já que a sua posição quanto ao uso de tinteiros não oficiais se limita a ser o de meros avisos que podem facilmente ser ultrapassados / ignorados pelos utilizadores.

Agora resta esperar que algo idêntico acabe por afectar outros fabricantes que têm posições mais radicais de impedir o funcionamento no caso de não serem detectados tinteiros oficiais - e aí sim, teria piada vê-los serem obrigados a lançarem actualizações para remover o DRM dos tinteiros e impressoras; e talvez até uma ou outra ameaça de um processo milionário, por a impressora se ter recusado a imprimir mesmo quando se estava a tentar usar um tinteiro oficial sem chip.

3 comentários:

  1. Respostas
    1. É mesmo!
      É verdade que a Canon não é das piores e permite o uso de tinteiros de terceiros, isso tem-me permitido manter os custos em baixo.

      Eliminar
  2. Uso uma Epson ecotank. Foi a melhor escolha que fiz. As recargas têm 10x mais (70ml) que os tinteiros normais e custam menos de 10€ cada cor. Por 40 euros tenho tinteiros para quase 2 anos. Por este valor nem vale a pena procurar marca branca. Fica a dica.

    ResponderEliminar

[pub]