2022/01/15

SpaceX vai usar Starship para lançar Starlink

A SpaceX alterou os seus planos para a constelação Starlink, agora apostando na Starship para lançar os milhares de satélites em vez de usar os seus Falcon 9.

Apesar de ainda aguardarmos pelo primeiro voo orbital da Starship, a SpaceX acredita que essa será a forma mais eficiente de concretizar a rede Starlink com os seus 30 mil satélites em órbita. A primeira fase, com 4408 satélites numa órbita de 550 km já foi aprovada e já conta com mais de metade dos satélites lançados, mas para a próxima fase a SpaceX fez algumas alterações e pretende usar a Starship.

A segunda geração de satélites Starlink irá distribuir-se entre órbitas de 340 e 614 km, e a SpaceX quer utilizar a Starship e Falcon Heavy para os colocar no espaço com a maior brevidade e eficiência possível - mas ainda necessita de obter aprovação da FCC.


Enquanto isso, a SpaceX continua com os testes da sua mega-torre de montagem, que agilizará o processo de montagem da Starship no topo de um booster Falcon Heavy, e que já está em fase de testes de carga.
Com esta torre, a SpaceX dá mais um passo na sua ideia de, um dia, poder ter uma Starship que é lançada, regressa ao solo, aterra directamente na torre, e fica pronta para ser lançada novamente num curto espaço de tempo.


1 comentário:

  1. O Falcon Heavy é baseado no Falcon 9 mas com uma configuraçao de 3 boosters. O first stage da starship é o Super Heavy.

    ResponderEliminar

[pub]