2022/01/08

Tesla aumenta modo FSD para os 12 mil dólares

Com um novo ano, novo aumento de preços; e foi o próprio Elon Musk que veio anunciar novo aumento do modo FSD (Full Self Driving) que passará a custar 12 mil dólares a partir de 17 de Janeiro.

O modo FSD, que tem sido vendido há anos apesar de ainda não estar finalizado, continua a ser um dos elementos mais promovidos pela Tesla como diferenciador para os outros fabricantes. A questão é que os anos vão passando, e passando, e os clientes que pagaram por esta opção continuam sem ela - alguns deles já tendo trocado de carro.


É certo que Elon Musk há muito que tem alertado que o preço do modo FSD iria aumentar à medida que se aproxima do seu lançamento, mas quanto mais tempo estarão os clientes dispostos a esperar, e qual o valor que estarão dispostos a pagar? É que não deixa de ser bastante frustrante pagar por algo que não se tem em tempo útil, apesar das promessas constantes de que "está para breve". Um cliente referiu que pagou 7 mil dólares pela opção FSD há três anos, e que continua sem a ter no seu Tesla.


A indústria automóvel não é estranha a opções e extras de valores exorbitantes. Optar por travões cerâmicos num Porsche é algo que seria suficiente para comprar um pequeno automóvel utilitário. Mas, ao menos os clientes que pagarem por isso recebem aquilo por que pagaram. No caso da Tesla, o modo FSD é algo que, apesar de estar a ser vendido há anos, até ao momento continua sem estar concluído e entregue, a não ser em versão beta para uns seleccionados que a Tesla considerar que conduzem suficientemente bem.

Será preciso chegar a tal ponto que tenha que haver intervenção das entidades competentes por "fraude" ou "publicidade enganosa" ao vender algo que nunca foi entregue?

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]