2022/02/13

Ford E-Transit com 317 km de autonomia

Para 2022 a Ford prepara a transição de um dos seus modelos mais icónicos para a era eléctrica, com a carrinha Ford E-Transit.

O recente boom na entrega domiciliária tornou os veículos comerciais mais importantes do que nunca no nosso dia-a-dia. Em 2021, mantivemos as empresas europeias em movimento – e os clientes felizes – com veículos resistentes e serviços inovadores e eficazes, colocando-nos no topo das tabelas de vendas europeias pelo sétimo ano consecutivo.

Este ano haverá também grandes momentos para os veículos. A nova E-Transit – a versão totalmente eléctrica da carrinha de carga mais vendida do mundo – já está a provar a sua eficácia nos testes de clientes e chegará aos concessionários na primavera. É o primeiro de uma nova geração de veículos comerciais Ford totalmente eléctricos e foi projectado para definir novos padrões de eficiência, valor e experiência do cliente.

Com um sistema de baterias de grandes dimensões, ampla autonomia, motor potente e uma funcionalidade única que lhe permite exportar energia, a versão 100% eléctrica do furgão de carga mais vendido no mundo oferece um desempenho inigualável. Esta capacidade é complementada por um abrangente serviço de apoio ao carregamento de veículos, um equipamento de série de nível superior, que integra os mais recentes sistemas inteligentes de assistência ao condutor e de segurança, e todo um conjunto integrado de software e serviços destinados a optimizar a eficiência e o custo de propriedade.

O Ford E-Transit foi concebido para satisfazer uma vasta gama de necessidades de utilização dos clientes, com uma capacidade de bateria utilizável de 68 kWh, de série, proporcionando até 317 km de autonomia WLTP, o melhor valor alvo do mercado. As reais capacidades do E-Transit são fruto do potente motor, que disponibiliza 430 Nm de binário (com opção de dois níveis de potência máxima: 135 kW ou 198 kW), da variedade de cargas úteis até 1.758 kg na versão furgão e uma abrangente gama de 25 variantes, incluindo furgão, cabina dupla e chassis-cabina, disponíveis em vários comprimentos e alturas de tejadilho, e de pesos brutos entre 3,5 e 4,25 toneladas.
[publicado originalmente no Pela Estrada Fora]

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]