2022/02/22

Virgin Hyperloop abandona passageiros e foca-se no transporte de carga

O sonho das viagens a alta-velocidade via Hyperloop começa a desvanecer-se, com a Virgin Hyperloop a focar-se no transporte de carga.

A Virgin Hyperloop despediu 111 pessoas, quase metade do seu pessoal, como resultado da empresa ter praticamente abandonado as ideias dos transportes de passageiros, passando a focar-se exclusivamente no transporte de carga.

A ideia do Hyperloop foi sugerida por Elon Musk, recuperando a ideia dos velhos tubos de transporte de vácuo, como forma de possibilitar viagens de alta-velocidade com grande eficiência usando cápsulas com levitação magnética e que não teriam que lutar contra o atrito do ar. Mas apesar das demonstrações que têm sido feitas de tempos a tempos, não temos visto qualquer implementação prática no terreno. A Virgin Hyperloop (ex-Hyperloop One) tinha, em 2017, dito que esperava ter circuitos Hyperloop funcionais espalhados pelo mundo em 2020. A data foi depois revista para 2021, mas actualmente já vamos em 2022 e sem que nenhum desses prometidos circuitos se tenha concretizado.

Eliminar os passageiros da equação simplificará grandemente alguns aspectos do Hyperloop, mas a questão é se toda a complexidade e riscos acrescidos permitirão viabilizar este sistema face a outros mais tradicionais, como os comboios de alta-velocidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]