2022/02/09

WiFi 7 mata WiFi 6E "à nascença"

O WiFi 6E pode tornar-se em mais uma vítima da falta de chips, não tendo oportunidade para proliferar antes da chegada do seu sucessor, o WiFi 7.

O cenário da falta de componentes tem afectado o mundo à escala global, e nem os routers escapam. O WiFi 6E tem sido promovido como sendo o "verdadeiro WiFi 6", mas a verdade é que a quantidade de equipamentos que o suportam continua a ser reduzida, com preços elevados e, pior que tudo, com uma contagem decrescente a favorecer que se aguarde um pouco mais pela chegada da geração seguinte.

O WiFi 6E adiciona a gama dos 6 GHz às comunicações WiFi, com 14 canais de 80 MHz e 7 canais de 160 MHz que se tornam apelativos para comunicações de banda larga que desejem escapar às gamas dos 2.4 GHz e 5 GHz já bastante congestionadas. No entanto, o WiFi 7 promete larguras de banda de 30 Gbps, mais do triplo dos 9.6 Gbps anunciados para o WiFi 6 e 6E. Melhorias que já começaram a ser demonstradas por fabricantes dos chips WiFi como a MediaTek, e que estão previstas começarem a chegar ao mercado em produtos já no próximo ano.

Tudo considerando, facilmente se percebe como fará mais sentido adiar o investimento, que pode ser de várias centenas de euros, especialmente tendo em conta que um router WiFi é uma coisa que as pessoas preferem comprar para manter por o máximo de tempo possível. Portanto, não fiquem demasiado chateados ou preocupados por não encontrarem um router WiFi 6E neste momento... se calhar até é melhor assim, e podem ir poupando para um router WiFi 7 no próximo ano.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]