2022/03/29

Notícias do dia

Xiaomi apresenta Redmi Note 11 Pro+, Note 11S e Redmi 10; TikTok prepara histórico de vídeos já vistos; mais um passo no longo processo do adeus ao Hangouts, agora removido da Play Store e App Store; Motorola Frontier pode estrear câmara de 200 MP; e Asahi Linux leva o Linux aos Macs com chips Apple.

Antes de passarmos às notícias, já temos novo passatempo semanal, que desta vez te pode valer uma webcam Foscam W41.

WhatsApp queixa-se que Digital Markets Act pode por em risco a segurança

O Digital Markets Act europeu está a dar dores de cabeça à Apple e Google ao exigir que permitam app stores e métodos de pagamento alternativos, mas também o WhatsApp se vem queixar.

Outra das potenciais exigências é que os serviços de mensagens permitam a integração com outros serviços de mensagens, e o WhatsApp queixa-se que isso poderá pôr em risco a segurança das mensagens com encriptação end-to-end. Preocupações que no entanto parecem ser bastante selectivas, ao estilo das que fizeram estes serviços de mensagens afastarem-se de protocolos standard comuns (que muito bem poderiam incluir encriptação), para manterem os seus utilizadores o mais fechados possíveis dentro das suas plataformas. Basta olhar para o que se passa na web, com os browsers e o HTTPS no qual tanto se depende: e que não obriga a que cada site tenha que ser acedido por um browser específico proprietário.


Sony remodela PS Plus

A Sony está a remodelar o seu serviço PlayStation Plus, combinando-o com o PlayStation Now, e dando origem aos PS Plus Essentials, PS Plus Extra e PS Plus Premium.

O PS Plus Essentials é equivalente ao PS Plus actual e manterá o mesmo preço ($10). O PS Plus Extra adiciona acesso a alguns jogos PS4 e PS5 ($15), e por fim o PS Plus Premium inclui demos, streaming de jogos, e jogos PS1, PS2, PS3 e PSP ($18). Uma medida que visa dar resposta ao Xbox Game Pass da Microsoft, mas onde a Sony não está disposta a incluir grandes títulos no serviço logo desde a data de lançamento - como a MS tem feito.


TikTok Library com clips do Giphy

Para facilitar a criação de conteúdos dos quais depende de forma crítica, o TikTok apresentou uma nova ferramenta que facilita essa tarefa: o TikTok Library.

Nesta secção os utilizadores podem encontrar conteúdos prontos a usar e modificar, e que numa primeira fase contam com conteúdos seleccionados do Giphy, mas com promessa de expansão rápida para dar acesso a templates, imagens, vídeos e sons para que todos possam usar a sua criatividade sem limites.


Apple explora novos sensores de pressão

O Force Touch / 3D Touch de detectar a pressão nos touchscreens não teve o sucesso esperado (a Apple acabou por abandoná-los, rendendo-se às evidências que a maioria das pessoas nem sequer sabia que isso existia - adoptando um sistema de long-press idêntico ao Android) mas a Apple poderá em breve voltar a essa área.

Patentes revelam que a Apple tem estado a trabalhar em novos sensores de pressão, mais compactos, que poderão ser aplicados até em coisas como as braceletes de um Apple Watch, potencialmente permitindo a medição da pressão arterial, assim como possibilitar uma nova ronda de touchscreens sensíveis à pressão nos iPhones e iPads. Mas, como sempre, nada garante que estas patentes sejam realmente aplicadas na prática (embora a parte de detecção da pressão sanguínea seja algo que teria grande interesse para a Apple aplicar num futuro Apple Watch).


Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: A Yamaha foi fundada em 1887, dedicando à criação de orgãos musicais. Só em 1900 expandia as operações à construção de pianos (é o maior construtor de pianos mundial). A sua vertente motocilística só chegaria em 1955, com a criação da Yamaha Motor.

1 comentário:

  1. Sim, o WhatsApp muito preocupado com a segurança, ahah
    A mesma empresa cuja forma como o programa funciona faz com que o código de segurança mude com a maior das facilidades, normalmente sem sequer notificar, mas mesmo que notifique quem é que vocês conhecem que parou de comunicar com terceiros por ter recebido uma notificação que o código de segurança mudou? Eu? Nenhuma.
    Se a segurança for uma prioridade (nota: não é), podem escolher um dos "milhentos" protocolos de comunicação que tem isso em conta para interagir com terceiros.

    E já repararam que ao longos dos anos sempre surgem notícias que sugerem que o programa nunca foi seguro de se utilizar porque sempre tem algum erro que permitia ler tudo/ ouvir tudo, etc. E nada faz crer que seja diferente actualmente. Se as pessoas puderem escolher programas de terceiros que não tenham como prioridade espiolhar a vida de terceiros mas sim comunicações seguras se calhar tal vai contra os objectivos da META e suas associadas CIA, NSA, e todas as outras congêneres internacionais.

    ResponderEliminar

[pub]