2022/03/21

OneWeb recorre à SpaceX para lançar satélites

Com a Rússia a recusar o lançamento de mais satélites ocidentais, a OneWeb britânica recorre à sua concorrente SpaceX para prosseguir com a sua constelação de satélites.

A invasão da Ucrânia pela Rússia, que tem resultado no corte de relações e contratos com inúmeras empresas internacionais, está também a fazer com que se criem alianças improváveis forçadas. É o caso da OneWeb, que tendo ficado sem acesso aos foguetes russos para lançar os seus satélites, agora se virou para a SpaceX - quem tem a rede Starlink concorrente - para o fazer.

A OneWeb britânica já lançou 428 satélites, tendo como objectivo criar uma constelação de 648 satélites em órbita baixa (LEO - Low Eart Orbit), tal com a constelação Starlink, para disponibilizar acesso à internet via satélite. Estava previsto o lançamento de mais um lote de 36 satélites em Março, que ficou suspenso por causa dos acontecimentos na Ucrânia. Neste momento nem sequer se sabe se a Rússia estará disposta a devolver os satélites que deveriam ser lançados, mas a empresa já disse que não está muito preocupada com isso, e que pode fazer dois novos satélites por dia na sua fábrica.

Embora não tenham sido reveladas informações sobre o contrato feito com a SpaceX, sobre se irá utilizar os Falcon 9 ou Falcon Heavy, seguramente será uma alteração que ainda vai permitir que a OneWeb poupe muitos milhões, já que os lançamentos da SpaceX ficarão muito mais baratos do que os lançamentos russos.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]