2022/04/24

GM deixa Spark sem baterias de substituição

A GM deixou de fornecer baterias para o Chevy Spark, deixando os actuais clientes sem opções em caso de avaria ou necessidade de as substituir.

Depois de ter enfrentado o caso dos Chevy Bolt com baterias auto-incendiárias, a GM dá novo golpe na credibilidade dos automóveis eléctricos a longo prazo, abandonando os possuidores dos Chevy Spark. O Spark foi produzido entre 2013 e 2016, e apesar da GM ter anunciado uma garantia de 160 mil quilómetros ou 8 anos - que deveria assegurar baterias pelo menos até 2024 - a marca vem dizer que não disponibilizará packs de baterias para o Spark de agora em diante.

Sendo um modelo económico, o Spark não tem mercado de baterias alternativas como acontece com outros modelos. Isto faz com que, sem fornecimento directo da GM, os actuais possuidores não tenham qualquer solução no caso de precisarem de uma nova bateria para o seu carro.

Talvez a GM tenha preparado soluções alternativas, como propor a troca por um novo carro; caso contrário, será muito provável que um qualquer cliente descontente ganhe um processo em tribunal caso a marca não cumpra com a garantia prometida dos 8 anos.

1 comentário:

  1. Isto é algo que deve preocupar quem pretende comprar um carro eléctrico ou qq equipamento que custo um valor elevado. Muitas vezes as pessoas optam por comprar a versão chinesa/barata de um equipamento, mas raramente pensam que se o mesmo durar um tempo considerável, poderá não ter peças de substituição. Neste caso a GM deveria ser daquelas marcas de "confiança", mas parece que assim não é, ficando a impressão que a GM acabou de. Mandar um grande tiro no pé!

    ResponderEliminar

[pub]