2022/05/14

Apartamentos em Loures com Citroen AMI incluído

A Citroën e a Habitat Invest estabeleceram uma parceria que irá resultar na entrega, das chaves e do título de propriedade, de um quadriciclo AMI 100% eléctrico aos clientes que comprarem um apartamento integrado no futuro Empreendimento Aurya, a edificar em Santo António dos Cavaleiros, na região de Loures.

A construção da primeira fase do Aurya inicia-se em Julho próximo e estão previstas mais duas fases nos dois anos seguintes, num total de 407 habitações, cada uma acompanhada de um Citroën AMI.

O contrato decorre do posicionamento ambiental pretendido para este futuro empreendimento, que integra o AMI, uma solução inovadora de mobilidade 100% eléctrica, não só como parte do equipamento da nova habitação, mas também do próprio compromisso de sustentabilidade da Habitat Invest, responsável pelo empreendimento Aurya. Proposta 100% eléctrica que pode ser conduzida a partir dos 16 anos, com licença da categoria “AM”, o Citroën AMI traduz-se numa resposta prática e moderna aos novos desafios da mobilidade individual, combinando forma e função com os benefícios da energia eléctrica, num objecto de mobilidade limpa (zero emissões de CO2) e com custos de utilização reduzidos.

Com uma autonomia máxima de 75 Km está particularmente vocacionado para os trajectos urbanos e periurbanos permitindo aos residentes nos apartamentos Aurya realizarem as suas deslocações diárias, como a ida para o emprego, para a escola, as actividades de compras ou de lazer. As dimensões compactas deste quadriciclo ligeiro permitem-lhe uma elevada liberdade de circulação e de manobrabilidade, mesmo em zonas de acesso restrito. A bateria de iões de lítio de 5,5 kWh que alimenta o motor eléctrico de 6 kW recarrega-se facilmente em apenas 3 horas a partir de uma tomada standard.

[Pela Estrada Fora]

3 comentários:

  1. Uma coisa dessas só mesmo dado

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Não tem rádio, para ventilação tem só uma ventoinha que por sinal parece ser má, as janelas mal abrem, não airbags, e custa 8500€. Tenho um carro com 20+ anos com tudo isso melhor e custou uma fração.

      Eliminar

[pub]