2022/07/16

Alertas via SMS "só" vão demorar 30 minutos

Portugal continua a insistir na tecnologia errada para o sistema de alertas de emergência, e agora dá-se por satisfeito por "apenas" demorarem 30 minutos até que as SMS comecem a chegar às populações.

Apesar de há muito se saber que os SMS são desadequados para o envio de alertas de emergência, em Portugal continuam a desperdiçar-se milhões nesse sistema. Agora, chega a notícia de uma "grande melhoria" que foi feita, em que o tempo para o início do envio dos SMS de alerta foi reduzido das 2 horas para apenas 30 minutos.

Note-se que este tempo diz respeito ao período que decorre entre o pedido para o envio dos alertas e o início do envio dos SMS - o que significa que, se algumas pessoas receberão o alerta em 30 minutos, outras há a quem a mensagem só chegará horas mais tarde - se chegar.
Embora todas as melhorias sejam bem vindas, acho que nem sequer será necessário frisar o ridículo desta situação. Basta relembrar que o ano passado nos EUA já se tinham sistemas a fazer chegar alertas de sismos a meio milhão de pessoas em poucos segundos.

Será necessário ter mais um grande sismo a destruir a capital, seguido de comissões e inquéritos mediáticos, para que finalmente se usem as ferramentas correctas para a função pretendida? Ainda por cima, já ficou demonstrado noutros país que adoptaram o Cell Broadcast que esse processo nem sequer obriga a trocar equipamento ou a fazer grandes investimentos - ou será que as operadoras nacionais já se esqueceram que até já tiveram o Cell Broacast a funcionar por cá em décadas passadas?

6 comentários:

  1. O tempo de entrega das SMS levará sempre longos minutos a horas, sem garantias de entrega da SMS como aconteceu na semana passada independente se esteja em 2G, 3G, 4G ou 5G.

    Há publicações nas redes sociais de quem não tenha recebido as SMS da ANEPC da semana passada, também aconteceu comigo.

    Com o Cell Broadcast entrega-se o alerta entre 4 a 10 seguidos a milhões de dispositivos, nem necessitam de ter cartões SIM, até recebem os alertas com a indicar "só chamadas de emergência".

    Quanto aos 30 minutos desconheço que solução se tenha implementado em Portugal para as LB-SMS, mas do que conheço existente no mercado são necessários 14 minutos no mínimo para se realizar um levantamento de todos os cartões SIM registados numa determinada área geográfica.

    A média é de 20 minutos.

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Mobile Public Warning Project Roll Out | RO-ALERT

      https://smscellbroadcast.wordpress.com/2019/12/03/eena2019-mobile-public-warning-project-roll-out-ro-alert/

      Podíamos seguir o exemplo do que foi feito na Roménia por exemplo.

      Eliminar
  3. Dois telemóveis, Meo e Vodafone, e ainda estou a espera da sms da Proteção Civil... Já recebi no passado os alertas, mais hora menos hora, mas este ano, não recebi... Portanto, vou continuar a espera, pode ser que chegue daqui a seis meses...

    ResponderEliminar
  4. Mesmo o Cell Broadcast provavelmente vai necessitar de tipo 10 terramotos, tsunamis, queda de meteoritos, até que os políticos lá pensem numa solução dessas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "«Ao contrário de muitos outros eventos, um tsunami pode ser antecipado. Podemos ter apenas alguns minutos para agir, mas se todos soubermos o que fazer, muitas vidas podem ser salvas», disse a Secretária de Estado da Proteção Civil, Patrícia Gaspar, durante a Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, no evento subordinado ao tema «Alerta Costeiro – Enfrentar os riscos de tsunami: Parcerias e soluções para um oceano seguro e resiliente a tsunamis»."

      "Foram já desenvolvidos procedimentos de notificação para difundir mensagens de alerta de tsunami às autoridades de proteção civil, de forma a garantir informação atempada à população em áreas potencialmente afetadas. Por outro lado, vários municípios têm vindo a instalar sinais de alerta de tsunami e sirenes em zonas de risco, que serão acionados em caso de alerta de tsunami, complementando o sistema nacional de alerta SMS em vigor."

      Artigo completo: https://www.portugal.gov.pt/pt/gc23/comunicacao/noticia?i=conferencia-dos-oceanos-risco-de-tsunami-incluido-na-estrategia-nacional-para-uma-protecao-civil-preventiva-2030-

      ETWS no Japão utilizando o Cell Broadcast

      Vídeo ->https://youtu.be/YTyvBA02nYk

      3 a 4 segundos é o tempo de entrega de um alerta de Terramoto / Tsunami no Japão utilizando o Cell Broadcast

      Eliminar

[pub]