2022/08/22

Google usa AI para robots perceberem pessoas

A Google está a utilizar o mesmo sistema de AI que gerou o impressionante GPT-3 para melhor perceber os pedidos de voz feitos ao seu robot.

O robot da Google está longe de se poder tornar num robot assassino como os que vemos nos filmes de ficção científica; mas aquilo em que poderá revolucionar os sistemas existentes é na compreensão dos comandos de voz dos utilizadores. A Google está a recorrer aos mais avançados sistemas de AI, que já têm dado provas noutros domínios, desta vez aplicados à interpretação do que é dito pelas pessoas.

Como bem sabemos, os sistemas actuais de assistentes por vozes, por funcionais que sejam, são ainda bastante básicos - como facilmente demonstrado a qualquer tentativa de "diálogo" que se aventure para lá da formulação de perguntas ou comandos básicos e fáceis de interpretar. Algo que a Google quer evitar nestes robots para o futuro, que serão capazes de perceber coisas como "estou com sede" ou "entornei uma bebida" para se prontificarem a trazer uma bebida ou pano para limpar o chão.
Faz sentido que a Google queira melhorar essa compreensão, mas não deixa de ser estranho que, depois de ter apresentado o seu impressionante LaMDA há mais de um ano, ainda não o tenha disponibilizado publicamente nem utilizado as suas capacidades para melhorar o Google Assistant, cujas capacidades vão acusando a idade a cada ano que passa.

Até lá, temos que ir falando "com jeitinho" com estes sistemas pseudo-inteligentes, para tentar assegurar que realmente percebem aquilo que se está a pedir - e que, na prática, significa que estes sistemas de voz pouco mais fazem do que aquilo que já se fazia no século passado.

1 comentário:

[pub]