2022/12/12

Dyson Zone combina headphones com purificador de ar

A Dyson vai começar a comercializar o seu futurista Dyson Zone, headphones com cancelamento de ruído e purificador de ar integrado.

Quando a Dyson revelou o Dyson Zone no início do ano podia pensar-se que seria daqueles protótipos que nunca viria a ter lançamento comercial; mas agora fica demonstrado que a empresa tem mesmo esperança de encontrar um nicho de mercado neste sector.

O Dyson Zone começa por ser uns headphones com cancelamento de ruído avançado, tendo 11 microfones dos quais 8 são usados para esse efeito. Pode funcionar via cabo ou via Bluetooth 5.0, e promete autonomia de até 50 horas em funcionamento. Mas a parte mais incomum é que também funciona como sistema de purificação de ar portátil, com uma secção amovível com encaixe magnético que cobre a boca e nariz do utilizador.
Ao contrário da máscara da Razer, neste caso não temos um formato "estanque" sobre o rosto do utilizador, com a Dyson a prometer apenas que o sistema de filtragem electrostático e de filtros consegue reter 99% da poluição atmosférica nas grandes cidades.

Quando se tem o sistema de purificação de ar activo a autonomia reduz-se para as 4 horas. E se estão intrigados sobre o efeito que o barulho do sistema de purificação terá na utilização dos headphones, dois dos microfones têm uso dedicado para cancelamento de ruído do sistema.

O grande problema do Dyson Zone é o preço, que nos EUA será de $949 e que faz antever que por cá se aproxime dos 1000 euros. Mesmo sabendo-se que a marca já é conhecida por não ter preços "reduzidos", não será muito fácil convencer os consumidores a pagar este valor, que poderão considerar-se bem servidos comprando uns headphones de luxo por valor bastante inferior, e combiná-los com o uso de uma máscara facial de alguns cêntimos.

1 comentário:

[pub]