2022/12/09

Notícias do dia

UE publica exigência da ficha USB-C a partir do final de 2024; Twitter Blue vai ser mais caro nos iPhones por causa da comissão da Apple; UE quer taxar criptomoedas em 2026; NASA mostra como vai trazer amostras de Marte; Google revela pesquisas do ano 2022; e Tesla diz que não é fraude não entregar FSD que anda a vender há anos.

Antes de passarmos às notícias, relembro que já arrancou o nosso mega-passatempo de Natal com 31 dias de prendas.

Apple abandona detecção CSAM nas fotos iCloud

A Apple anunciou ter abandonado os planos de implementar o sistema de detecção CSAM (Child Sexual Abuse Material) nas fotos iCloud, depois de toda a polémica que se gerou quando anunciou essa intenção.

A medida seria inviável de qualquer forma, agora que a Apple anunciou a chegada iminente da encriptação end-to-end aos dados no iCloud, que impedem o acesso aos dados; mas continuará a fazer a verificação de imagens localmente nos iPhone quando são enviadas via iMessage. Ainda há uns meses, tivemos o exemplo dos riscos que este tipo de sistemas traz, quando um pai foi denunciado às autoridades como potencial criminoso depois de ter enviado fotos dos genitais do filho para o médico.


Elon Musk promete maior transparência no Twitter

Enfrentando suspeitas de todos os quadrantes, Elon Musk promete uma era de maior transparência no Twitter, com os utilizadores a terem indicação clara no caso de serem alvo de "shadow bans" e os motivos que levaram a isso.

O Shadow Banning é um sistema que faz com que os conteúdos e comentários de um utilizador se tornem invisíveis para os outros utilizadores, sendo uma técnica frequentemente usada para lidar com trolls e utilizadores abusivos, que continuam a ver os seus próprios comentários mas ficarão intrigados por ninguém reagir (porque não são visíveis para as outras pessoas) - esperando-se que com isso se sintam frustrados e abandonem a plataforma.


Google vai juntar equipas do Waze e Google Maps

Em tempo de redução de custos, a Google anunciou que vai juntar as equipas do Waze e do Google Maps. Até aqui, a equipa responsável pelo Waze tinha-se mantido em funcionamento independente, coisa que deixará de ser possível de agora em diante.

Infelizmente, temo que o Waze tenha muito mais a perder do que a ganhar com esta fusão, sendo óbvio que a prioridade irá sempre para o Google Maps e não para o Waze. Esperemos que não seja o "princípio do fim" para o Waze, que mantém uma comunidade extremamente activa de utilizadores, e que muito contribuem com informação em tempo real sobre o trânsito, acidentes, radares, estado das estradas e mais.


Curtas do dia


Resumo da madrugada





Curiosidade do dia: A Atari foi fundada em 1972 e tornou-se num nome indissociável das consolas e máqunas arcade durante a década de 70 e 80. O nome Atari é um termo usado no jogo Go que significa que se está quase a vencer - ao estilo do xeque-mate no xadrez.

2 comentários:

  1. Infelizmente sou obrigado a partilhar a visão pessimista relativa ao Waze... Já se foi o Android Auto for Smartphones, a seguir estou a ver o Waze ir ao ar em detrimento do muito pior Google Maps.

    ResponderEliminar
  2. Triste, o waze para mim é o melhor sistema GPS. Não só a nível das informações da comunidade, como as indicações áudio, e também os percursos que faz, é raro que em viagens ligeiramente mais longas em que eu diga para não passar por portagens que o maps não me mande por cascos de rolha. Mas as indicações do waze são só fantásticas quando dizem para ir em direção a certa cidade e na placa tem a cidade que o waze diz.

    ResponderEliminar

[pub]