2017/01/25

Aumentos na NOS e as mentiras telefónicas


Os nossos operadores parecem ter descoberta uma nova galinha dos ovos de ouro, sob a forma de aumento da mensalidade mesmo durante o período do contrato; e infelizmente, nem as promessas feitas telefonicamente parecem ter qualquer valor, como um dos nossos leitores descobriu.

A nossa "guerra" contra os aumentos exagerados dos tarifários não é de agora, mas infelizmente esses aumentos começam a tornar-se cada vez mais frequentes e abusivos, como se os operadores tivessem descoberto que em Portugal não há nenhuma entidade reguladora que se preocupe em cumprir a sua função (até a Vodafone se juntou ao "clube", empregando tácticas altamente duvidosas que só servem para destruir a reputação de que era "mais séria" que os restantes operadores.)

Por esta altura já a maioria dos portugueses terá descoberto que as suas contas mensais subiram em valor muito superior ao da inflação, e até mesmo nos casos em que o operador tinha garantido que não haveria qualquer aumento da mensalidade ao longo do período do contrato. Foi isso que aconteceu com um dos nossos leitores que entrou em contacto com a NOS, perguntando porque motivo a sua factura mensal tinha subido 5 euros, quando na altura de aceitar o contrato o assistente comercial lhe tinha garantido que a mensalidade se manteria inalterada durante o período de permanência.

A queixa ficou registada com a informação de que iriam a averiguar o que passava, e uns dias mais tarde surgiu a resposta: "Infelizmente em todos os lados há maus profissionais e lamentamos que ao telefone lhe tenham dito isso, mas no contrato diz que podemos alterar por isso a sua queixa foi recusada."

Ou seja, basicamente estão a confirmar que tudo e qualquer coisa que um assistente vos diga ao telefone não tem qualquer validade, pois depois o que conta é o contrato que eles dizem ter (se a aceitação foi feita telefonicamente, o cliente nem sequer teve direito a ver o contrato!) e que lhes dá o direito de fazerem o que bem entenderem.

... Quantos mais exemplos de abusos serão necessários para que alguma entidade competente venha por fim a estas tácticas, que infelizmente já alastraram aos três maiores operadores nacionais, deixando os Portugueses sem hipótese de escapar a esta, verdadeira e literal, chulice?


Actualização: aparentemente o que tiver sido dito na chamada tem validade contratual. Só que, certamente será uma das chamadas que o "sistema" perdeu... vamos aguardar por mais desenvolvimentos, para ver se a NOS disponibiliza a chamada em questão .

18 comentários:

  1. De facto, existe uma clausula no contrato, que permite aos operadores aumentarem sempre que assim entenderem a mensalidade do serviço, mas têm de avisar as alterações por escrito, com pelo menos um mês de antecedência. O operador além de informar as alterações deve informar o cliente, que este pode rescindir o contrato sem qualquer custo, se não concordar com as alterações.

    O principal problema é que nenhum operador cumpriu a lei. Apenas alertaram que as condições contratuais iriam sem alteradas e que as alterações poderiam ser consultadas no site do operador.

    No meu caso, NOS, com o qual estou bastante insatisfeito, praticamente desde o inicio do contrato (Agosto passado), avisaram que as condições poderiam ser consultadas no dia 1 de Novembro. Nesse mesmo dia, fui consultar as supostas mudanças, mas lá só referia alterações em tarifários para comunicações móveis. Ou seja, não comunicaram as mudanças com um mês de antecedência, e eu não tinha como provar isso.
    Só reparei que me iam aumentar no dia 16 de novembro e como tal já não consegui comunicar por escrito com 15 dias de antecedência.
    Sei que se entrasse em litígio, e que argumentasse que a NOS não cumpriu a lei, ganharia o caso, mas preferi não entrar em chatices. Mas fiquei prevenido, para se no futuro decidirem repetir a gracinha.

    PS: sobre a resposta da NOS, sobre os maus profissionais, a mim, o comercial que fez o contrato, quando questionado sobre qual seria a velocidade de upload, ele disse-me que seria de 20mbs. Mas na realidade, nem chegam aos 8mbs. Nos primeiros tempos, ainda contactei com o comercial, ele chegou a dizer que era problema técnico e que seria resolvido. Ao fim de uma semanas, fiz reclamação na NOS, ele disseram que iam averiguar. Passados uns dias, ligaram-me a dizer que o contrato era de 8mbs, e perguntaram-me se estava no contrato que a velocidade seria de 20mbs, quando eu disse que não, disseram que não havia nada a fazer, e que o comercial tinha mentido.

    ResponderEliminar
  2. Nunca se fazem contratos por telefone. Ou então, exige-se cópia por escrito via email.

    ResponderEliminar
  3. Boas. Eu tinha feito um contrato novo para o escritório a cerca de 5 meses com a NOS e vi a minha conta subir 2€ sem pedirem satisfações... Como é €, logo reclamação por escrito. Resposta deles, não podemos reduzir o valor!!! E solução? Podemos dar uma mensalidade gratiuta!!! Mas no mês seguinte já sei que vou ter que pagar mais 2€ que o contratado a 5 meses atrás... Enfim.

    ResponderEliminar
  4. Já me sucedeu algo semelhante com exactamente a mesma companhia na altura ZON. Um contrato celebrado telefonicamente que supostamente não teria limite de downloads nacionais ou internacionais e a primeira factura foi de 190€, porque afinal tinha.

    Dirigi-me aqui: http://www.cm-matosinhos.pt/pages/83

    Conclusão: Levei a NOS a tribunal e ganhei a causa. Não fui indeminizad mas não paguei absolutamente nada, nem sequer o valor devido e tive direito a rescindir o contracto sem receber penalização por não estar a cumprir o período de fidelização.

    Mas o mais interessante neste caso todo que demorou cerca de 3 meses foi a frase que a advogada do CIAC disse: Estas coisas só acontecem porque ninguém faz queixa. Porque parece que nem existimos.

    Não esperem pelo regulador, não tenham medo. Eu aprendi uma grande lição com estes "gajos" é sempre até à ultima. Ainda para mais porque estes tipos de casos, arbitrais de consumo ou algo parecido não têm qualquer custo, culpado ou não e na esmagadora maioria das vezes nem chega a tribunal, porque a companhia vai tentar sempre um acordo.
    No meu caso tentaram, mas queriam que eu ficasse os dois anos da fidelização.

    ResponderEliminar
  5. Por essas e por outras é que não confio em informações via telefone. Já tive problemas com informações erradas prestadas por 3 operadores de callcenter e depois a empresa de contencioso da NOS disse que as gravações eram apenas para controlo interno e que se não tinha nada por escrito tinha que me aguentar. A brincadeira daqueles F#$%"s custou-me mais de 100€... (num serviço que era uns 15€/mês)

    ResponderEliminar
  6. Boas,
    Também recebi a dita notificação da nos na factura mas tal como foi digo, no site da nos não existia qualquer informação.
    Realizei um print do site e foi enviada reclamação para a Nos, Anacom e portal da queixa.

    Resultado após várias e longas chamadas que a nos me fez, consegui receber um crédito pelo valor cobrado a mais até ao fim da fidelidade.
    Reclamem que ficar calado não ajuda

    ResponderEliminar
  7. Segue a resposta ao pedido da gravação do contrato, neste caso da MEO, enfim... uma pessoa tem que apontar tudo... data dia hora e numero de telefone usado,



    No seguimento do seu pedido, o qual mereceu a nossa melhor atenção,
    informamos que para ter acesso à audição de chamada deverá efetuar o
    pedido por escrito ou através de uma loja.

    Deverá remeter o pedido assinado de acordo com documento de
    identificação incluindo:
    - Assunto: Audição de chamada Contrato
    - Nome do cliente
    - Nº Chamador (nº que o cliente utilizou para entrar em contacto com a MEO)
    - Nº Destino (nº que o cliente ligou - 16200, 1696, 16209, 12030 .....)
    - Dia/Hora da chamada
    - Nº de contacto para audição da chamada (nº que será utilizado para
    entrar em contacto com o cliente e disponibilizar-lhe a audição da
    chamada)
    - Cópia de documentação identificação do cliente (BI, Cartão do Cidadão, outro)
    - Produto adquirido
    - Nº de serviço MEO

    Morada:
    MEO - Serviços de Comunicações e Multimédia SA
    Apartado 1423
    EC Pedro Hispano
    4106-005 PORTO

    Mostramos total disponibilidade para questões futuras.

    Para mais informações, estamos sempre disponíveis na Área de Cliente em meo.pt.

    Votos de Boas Festas

    ResponderEliminar
  8. Tenho um caso idêntico com chamadas por parte da NOS, exigi as conversas telefónicas através de um pedido escrito com o número que entrou em contacto, data e hora das mesmas, às quais temos o direito a ter a acesso. (lei da ANACOM), nunca tive resposta até ter-me visto obrigado a entrar novamente em contacto para saber em que ponto se encontrava o caso, ao qual me foi dito que não era possível ceder as conversas por falta de dados. Ainda falam de pequenos burlões. A NOS é das piores empresas nacionais senão a pior que temos neste país. Muitos cuidado ao fazer contratos com a NOS! Exijam sempre contratos por escrito antes de se comprometerem com essa entidade e leiam bem as "entrelinhas" contratuais. Para mim está na lista negra. Ps: O mais engraçado é que ainda têm a lata de falar mal da concorrência.

    ResponderEliminar
  9. Importa aqui clarificar que há uma interpretação abusiva daquilo que foi dito pelo operador. Primeiro porque cliente é quem assina as condições, e como é evidente em qualquer aceitação tácita, há muitas condições (vide as dezenas de páginas do contrato) que são subentendidas no decorrer de uma conversa entre dois sujeitos. Depois, porque como em muitas operadoras há a moda de: paga x durante x meses, os clientes habitualmente confundem aumentos de preço com perda de promoções.
    Terceiro, o valor da inflação é uma média, existe sectores e produtos em que se observa deflação e vice-versa.
    Txugu, a ANACOM não tem leis.

    ResponderEliminar
  10. Existe uma forma muito fácil de resolver o problema por parte do cliente..... Muito simples, não pagem a fatura ou pagem apenas aquilo que estava acordado.... As operadoradoras até podem ameaçar com tribunal... nunca lá chegará... mas se chegar com respostas destas por escrito não devem ter muito sucesso. Todos os casos que tive ao longo dos anos com NOS / TV Cabo foram resolvidos assim, e foram muitos fui cliente cerca de 10 anos e foram vários os episódios lamentáveis... quando reparam que um cliente reclama e ameça não pagar, e não paga mesmo, não cortam o serviço e acabam por ceder, caso o cliente tenha razão claro ! (agora sou cliente Vodafone, nunca tive problemas).

    O discurso a ter é simplesmente o seguinte: Não pago até me resolverem o problema, obrigado e boa tarde !

    ResponderEliminar
  11. Desculpem, e apesar de não concordar com estes aumentos, verifico demasiados casos contra a NOS quando vejo que a MEO é que anda com práticas completamente fora. Sou cliente dos 2 por isso falo com conhecimento. A Meo anda a cobrar sem aviso as mensalidades completas sem qualquer aviso (tipo passar de 16€ para 60€) assim que expira o contrato, para além de ao mínimo atraso no pagamento da factura cobrar 5€ de multa. Penso que esta politica será o ultimo prego no caixão desta empresa, infelizmente,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde que entrou em vigor as novas leis, em Agosto passado, todos os operadores inflacionaram os serviços fora de fidelização. Um 4 Play de 50€, fica por mais de 70€ quando acaba a fidelização. A lei era para ajudar os consumidores, mas só ajudou a inflacionar o mercado, e não criou nenhuma vantagem para os consumidores, bem pelo contrário.

      Eliminar
  12. O problema é que se as 3 grandes operadoras fazem todas as mesmas aldrabices, nós bem que podemos reclamar, mas não temos escolha senão aceitar. Alternativamente podemos não ter tv+internet em casa e meditar o dia todo tipo buda.

    ResponderEliminar
  13. Só uma duvida, podemos gravar as conversas telefónicas com as operadoras, avisando o operador que estamos a gravar, logo no inicio como eles fazem, e usar essas gravações em tribunal?

    ResponderEliminar
  14. A vodafone para já não me aumentou nada continuo a pagar o mesmo

    ResponderEliminar
  15. no ano passado por esta altura subiram o preço do meu contrato quando questionamos o valor levamos como resposta "a sua água e luz também não aumentaram?" deixamos passar, este ano subiu cerca de 5€ (penso eu) voltamos a questionar e foi dito que realmente aumentou e que conseguiam baixar para um "pacote" mais baixo mas com um novo contrato de 2 anos como é óbvio que rejeitamos. Mais vale ter apenas os 4 canais ��

    ResponderEliminar
  16. Fiz em maio de 2016 um novo contrato via telefone, após insistência da operadora da NOS do continente português. Uma das condições que eu frisei insistentemente, mas insistentemente, era que só aderiria se o preço não aumentasse nos próximos 24 meses (tempo contratual). Para minha surpresa, em janeiro de 2007 aumentou 2,4 euros por mês. Fui reclamar à NOS AÇORES, pedindo as gravações telefónicas, onde estava dito pela operadora da NOS que os preços não aumentariam nos próximos 24 meses. Disseram-me que a empresa só guarda a gravação dos telefonemas durante 3 meses, pelo que já não possuem as respetivas gravações. Além do mais, referiram (só pode ser por ignorância, por falta de conhecimento como a NOS Açores funciona) que a NOS do Continente Português, não faz contratos com clientes dos Açores – Impressionante! Provavelmente nunca tiveram acesso às gravações telefónicas.
    Sinto-me completamente enganado e revoltado. Com esta atitude, a NOS ganha um contra cliente, alguém que fará publicidade negativa da empresa sempre que puder. Sou cliente da NOS (ZON) há 13 anos. Nunca pensei que desrespeitassem os clientes desta forma.

    ResponderEliminar

[pub]