2014/12/12

Google fecha a porta à store da Amazon na app no Google Play


Quanto a Amazon infiltrou a sua app store no Google Play, já se imaginava que o Google não iria achar grande piada a ter um concorrente directo a desviar utilizadores para a sua própria loja de apps. Após um pequena alteração às regras, a Amazon foi forçada a remover a sua app e disponibilizar uma dedicada apenas às compras e sem acesso às apps.

Muitas vezes esquecemos-nos como a língua pode ser traiçoeira, e foi precisamente um pequeno lapso linguístico que permitiu que a Amazon se aventurasse na inclusão da sua app store na sua app oficial, distribuída no Google Play. Uma pequeno lapso que o Google meramente retocou para lhes fechar a porta.

Nas regras do Google, o parágrafo 4.5 especificava que: "Não se pode usar o Market para distribuir ou disponibilizar qualquer produto cujo propósito principal seja facilitar a distribuição de apps e jogos para Android fora do Market." Ora, para a Amazon bastaria alegar que a propósito principal da sua app é permitir a compra de produtos no seu site, e assim ficava automaticamente isenta desta proibição.

Agora, o Google alterou a regra para: "Não se pode usar a Store para para distribuir ou disponibilizar qualquer produto que possa facilitar a distribuição de apps e jogos para Android fora da Store". A diferença está na remoção do pequeno "propósito principal", mas que é o suficiente para fazer desaparecer também a habilidade que a Amazon tinha utilizado para lá infiltrar a sua loja de apps - e que na verdade, por uma questão de respeito e cortesia, nem sequer o deveria ter feito.


Claro que isto não impede que, quem estiver interessado, continue a ter acesso à Amazon app store no seu Android. Para isso basta apenas instalá-la directamente sem ser através do Google Play.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]